PT/PCdoB/PSOL e CUT promovem baderna no polo petroquimico em Camaçari, contra fechamento da FAFEN - Observador Independente

PT/PCdoB/PSOL e CUT promovem baderna no polo petroquimico em Camaçari, contra fechamento da FAFEN

Compartilhar

Com o ato, as atividades no Polo estão paradas e os trabalhadores farão uma assembleia em frente a Fafen-BA. Trabalhadores de sindicatos que compõem o Polo Petroquímico de Camaçari, todos ligados às centrais sindicais do PT/PCdoB e PSOL fazem um protesto na vias de acesso à unidade, nesta segunda-feira (1º), contra o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen-BA).


***


De acordo com o Sindipetro, o ato conta com adesão de dez sindicatos e da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A Via Parafuso está liberada e somente as vias internas de acesso ao Polo foram fechadas, desde as 5h. 

Com o ato, as atividades no Polo estão paradas e os trabalhadores farão uma assembleia em frente a Fafen-BA. 

O fechamento da Fábrica foi confirmado pela Petrobras no último dia 20, com uma liminar garantida na Justiça. No entanto, segundo o Sindipetro, uma nova liminar da sexta-feira (30) derrubou a decisão e obriga a Petrobras a continuar as atividades da empresa. A Fafen ainda segue fechada, mas deve reabrir depois que a petrolífera for notificada.

O dirigente do Sindipetro Jailton Andrade explica que o fechamento da Fafen compromete outras indústrias do Polo. "A fabrica da Fafen é uma indústria de base e fornece produtos primários para fazer produtos intermediários. O polo é integrado porque empresas como a Fafen e a Braskem fornecem insumos básicos. Com fechamento da Fafen, a cadeia é prejudicada", afirmou. 

Entre as unidades afetadas, estão a Carbonol, que fornece bicarbonato de sódio para tratamento com hemodialise. "Se a fafen fechar, ela fecha também. A importação desse produto é onerosa", justifica. 


 Foto : Reprodução/Instagram

Post Bottom Ad

VivaABahia