SANTO ANTº DE JESUS 🌱🌱🌱 Serviço de Inspeção Municipal (SIM) se implantado no município poderá beneficiar centenas de produtores rurais; Reunião na Câmara de Vereadores marcou etapa para regulamentação - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

10 de abril de 2019

SANTO ANTº DE JESUS 🌱🌱🌱 Serviço de Inspeção Municipal (SIM) se implantado no município poderá beneficiar centenas de produtores rurais; Reunião na Câmara de Vereadores marcou etapa para regulamentação


O município de Santo Antônio de Jesus, Recôncavo baiano, 230 km de Salvador, está em processo de implementação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), ação que visa aprimorar as boas práticas na produção de alimentos de origem animal e vegetal e que dará condições aos pequenos produtores rurais de comercializarem produtos de acordo com a legislação sanitária, em qualquer parte do país. 

***

A implementação do SIM é fruto de parceria da Prefeitura Municipal com a SEAGRI- Secretaria de Agricultura do Estado da Bahia, cujo representante, Professor Almir Eloy, Coordenador Setorial da Carne, ministrou palestra na manhã desta quarta-feira, 10, na Câmara de Vereadores. 

A iniciativa que visa a implantação do SIM no município é da Secretária de Agricultura do município, Maria de Fátima Pereira Santos de Souza (Fátima do Benfica) com apoio de várias associações de produtores rurais do município, da Câmara de Vereadores, da FAEP-Fundação de Experimentos Educacionais, do CMDS-Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, do Ministério Público, escritório regional de Santo Antônio de Jesus, dentre outras instituições. 
O professor Almr Eloy ministrou palestra para vereadores, coordenadores, representante do MP, produtores rurais e
dezenas de pessoas que foram participar do encontro de lançamento do SIM na manhã desta quarta-feira, 10

Participaram do encontro os vereadores Antônio Barreto Nogueira Neto (TOM), presidente do Legislativo Municipal, Pedro Lopes Ribeiro, Carlos de Oliveira Ramos (Cal de Dodô), e Francisco de Assis Lima Damasceno (Chico de Dega), o Promotor Dr. Julimar Barreto, a Secretária de Infra estrutura da prefeitura Sônia Fontes, a Secretária de Agricultura do municio, Fátima do Benfica, o ex-secretário de agricultura, José Carlos Toneto, Almir Eloy, representando a SEAGRI, Sergio Magalhães, da FAEP, Fundação de Experimentos Educacionais, dezenas de representantes das associações de produtores rurais, a representante do CMDS-Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, entre outras personalidades que fizeram parte do encontro. 
Representante do CMDCS-Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Mariana Morais, que também é produtora rural no povoado de Sapucaia,
fez pronunciamento bastante emotivo quando se referiu à falta de oportunidades para o homem do campo, especialmente para os jovens, que segundo ela, vem para as cidades grandes
e acabam sendo vítimas de todo tipo de envolvimentos perigosos. 

Todos os pronunciamentos foram no sentido de apoio e aplausos à iniciativa considerando que todos saem ganhando com o Selo de Qualidade a ser criado juntamente com o SIM. A secretária de agricultura enfatizou a importância do encontro. 
A Secretária de Agricultura (com microfone) salientou a importância para a produção rural no município da implantação do Selo SIM
A implementação do SIM é um redesenho importantíssimo em termo de qualidade de vida e de saúde pública dos munícipes, porque passa-se a ter agora uma preocupação sobre o que está sendo levado para a mesa, e o que está sendo consumido. Por outro lado, abre as portas de outros mercados para o pequeno produtor rural, que com o selo de qualidade em seus produtos pode passar a vender em qualquer parte do país, 
disse. 

De acordo com ela, a implantação do SIM também trará vantagens no plano da geração de renda para agricultores familiares, pequenos produtores e empreendedores que atuam na produção e manipulação de alimentos, comercialização de carne in natura ou de verduras, frutas, polpas, leite, mel e derivados. 
Todos os produtos de origem animal ou vegetal produzidos levarão um selo de qualidade e poderão ser vendido em qualquer parte do país

Tudo isso que se produz no município será alvo de orientação e de fiscalização e esses produtores terão a possibilidade de acessar mercados formais como as compras da agricultura familiar, PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e uma série de outros mercados que, às vezes, eles não está participando porque hoje é exigido o selo SIM nesses produtos, 
informou a secretária. 

O SIM será vinculado à Secretaria Municipal de Agricultura, que fará o monitoramento e dará apoio logístico, funcionamento e de instrução para que o Serviço de Inspeção atenda sempre ao padrão de qualidade exigido pelas entidades sanitárias. 

A participação dos vereadores 

Na foto da esquerda p/dir : Vereadores Chico de Dega, Pedro de Teca, Cal de Dodo e Tom. Os demais não se importaram e não compareceram

A participação dos vereadores foi bastante enfatizada já que terão a tarefa de aprovar todo o processo de legislação para criação do SIM, incluindo as regras para fiscalização, instituição e concessão do selo entre outras que disciplinarão a matéria. 

Falando em nome dos vereadores e da Câmara Municipal, o presidente da Casa Legislativa, vereador Antônio Barreto Nogueira Neto (PSB) afirmou, 
Todos vocês estão de parabéns por trazerem este projeto para o município. Todos só tem a ganhar com a implantação deste sistema. Quero colocar aqui em nome de todos os vereadores a nossa disposição em aprovar este projeto que irá com certeza beneficiar a todos, principalmente os pequenos agricultores, os produtores da agricultura familiar em especial e colocar toda a infra estrutura da Câmara à disposição. Temos vários veículos, espaço, material humano e queremos contribuir para que este projeto seja implantado o mais rápido possível, 
disse. 

O vereador Cal de Dodô, em seu discurso salientou a importância do momento e também se colocou à disposição da Secretaria de Agricultura para ajudar no que for solicitado, enfatizando, entretanto, que, não passou despercebida a ausência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, entidade que supostamente representa centenas de produtores, 

Quero parabenizar aos organizadores deste encontro, e do trabalho que já vem sendo feito para a implantação deste projeto, especialmente a Secretária de Agricultura Fátima do Benfica e sua equipe, mas não poderia deixar de notar a ausência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais no município. É importante, senhoras e senhores, que este sindicado representa uma parcela importante dos produtores e trabalhadores rurais em nosso município. Este projeto, tem como publico alvo os produtores rurais em especial e estou vendo muito pouco produtores aqui. Onde está o sindicato? Foi convidado? Porque não está aqui participando? Como ressaltou nosso presidente TOM, é hora de esquecermos nossas divergências políticas e trabalharmos todos por benefícios para o nosso município, e este é um grande avanço e benefício principalmente para os produtores rurais, 
disse. 

Ao final do encontro ficou acertado que haverá a convocação de uma assembleia geral a ser realizada na Zona Rural do Município, dividida em quatro etapas, para que todos os produtores rurais possam participar. A Secretaria de agricultura do município estará divulgando as datas e locais destes encontros. 

Fala do presidente da Casa Legislativa, Antônio Barreto Nogueira Neto (TOM)
👇


Pronunciamento da Secretária de Agricultura Fátima do Benfica na abertura do evento
👇



Pronunciamento do vereador Pedro de Teca
👇


Crédito das fotos :: Noedson Ney

Post Top Ad

SCB