Sem receber salários, terceirizados do Estado protestam em frente ao Hospital Roberto Santos em Salvador - Observador Independente

Sem receber salários, terceirizados do Estado protestam em frente ao Hospital Roberto Santos em Salvador

Compartilhar

Funcionários terceirizados do Hospital Geral Roberto Santos, localizado no Cabula, em Salvador, realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (17), reivindicando salários atrasados. O grupo que trabalha na cozinha da maior unidade pública de saúde da Bahia é vinculado à empresa Sabore.

Com apitos e batendo em tampas de panela, os manifestantes exibiam cartazes denunciando falta de pagamento. As manifestações nos cartazes diziam: "Sesab pagou, Sabore não paga"; "Intimidação por força da empresa"; e "Sabore disse que a Sesab não pagou".

O BNews tentou contato com a direção da terceirizada, durante todo o dia, mas as ligações não foram atendidas. Consultada, a Secretaria de Saúde da Bahia confirmou, por meio da assessoria, estar em situação regular com a Sabore.

NOVO PROTESTO - De acordo com uma funcionária terceirizada, após o protesto, os manifestantes foram recebidos por representantes da empresa e nove trabalhadores (de um total de 150) tiveram parte da situação regularizada. Ainda segundo ela, os casos são variados. "Amanhã vai ter outra manifestação do pessoal que ainda não recebeu. Não é só salário atrasado, mas também rescisões de pessoas que trabalharam dois, três anos, sete meses", disse.

Crédito da foto :: Reprodução


Post Bottom Ad

VivaABahia