Suspeito de ser chefe do Chapadão morre após fuzil explodir, no Rio de Janeiro - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

22 de abril de 2019

Suspeito de ser chefe do Chapadão morre após fuzil explodir, no Rio de Janeiro



Armamento seria uma .50, capaz de derrubar aviões e helicópteros; segundo a polícia, pane ocorreu quando ele estava em um confronto com PMs. PQD faleceu neste domingo (21).

***

O suspeito de ser um dos líderes do tráfico do morro do Chapadão, na zona norte do Rio, morreu neste domingo (21). Segundo a PM, ele foi ferido pela própria arma, que teria explodido.

Conhecido como PQD, ele deu entrada sendo levado por um partente em um hospital particular em São João de Meriti, Baixada Fluminense, alegando ser serralheiro e que teria se ferido em um acidente de trabalho.

De acordo com a Polícia Militar, PQD era um dos homens mais procurados do Estado do Rio de Janeiro. Ele teve a prisão decretada após a Polícia Militar reconhecê-lo. Segundo a polícia, ele trocou tiro com os agentes na comunidade morro Gogó da Ema, também na zona norte, e seu fuzil teve uma pane e ele acabou se ferindo por estilhaços.

Ele ainda era apontado como responsável pelo aumento de roubo de cargas na região do Complexo do Chapadão, localizada entre os bairros de Costa Barros, Pavuna, Anchieta, Guadalupe e Ricardo de Albuquerque, todos na zona norte do Rio.

Ele foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Complexo de Gericinó e faleceu no local.

Crédito da foto :: Reprodução / Record TV Rio

Post Top Ad

SCB