Vereador do PSL é preso acusado de ficar com salário de funcionários, em BH. MPF tem alertado que é crime grave - Observador Independente

Vereador do PSL é preso acusado de ficar com salário de funcionários, em BH. MPF tem alertado que é crime grave

Compartilhar

De acordo com a Polícia Civil, um funcionário recebia salário de R$ 11 mil e ficava com apenas R$ 1 mil. Qualquer funcionário que se sinta na mesma condição pode e deve procurar a imprensa, a policia ou o MP na sua cidade. 


***


O vereador de Belo Horizonte, Claudio Donizete Duarte (PSL), foi preso hoje (2) acusado de ficar com parte dos salários dos servidores do seu gabinete. De acordo com o site Tribuna do Interior, além dele, Luiz Carlos de Souza Cordeiro, seu chefe de gabinete, também foi detido. 

De acordo com a Polícia Civil, um funcionário recebia salário de R$ 11 mil e ficava com apenas R$ 1 mil. A investigação aponta que o restante era repassado para o parlamentar por meio do chefe de gabinete.

O delegado Domiciano Monteiro, chefe da Divisão Especializada de Investigação de Fraudes e Crimes contra a Administração Pública, pediu a indisponibilidade de bens do vereador e o afastamento cautelar dele das funções no Legislativo.



Foto : Divulgação / Facebook



Post Bottom Ad

VivaABahia