Gerente do Banco do Brasil é feito refém e tem explosivos amarrados ao corpo em Muritiba - Observador Independente

Gerente do Banco do Brasil é feito refém e tem explosivos amarrados ao corpo em Muritiba

Compartilhar

O gerente da agência do Banco do Brasil de Muritiba, no Recôncavo baiano, foi feito refém durante uma tentativa de assalto, na manhã desta terça-feira (7). A investida ocorreu dentro da instituição financeira. Informações preliminares apontam que o homem, ainda não identificado, encontra-se com um colete de explosivos preso ao corpo com cadeado.

De acordo com a polícia, o gerente foi obrigado pelos bandidos a transferir uma alta quantia para uma conta bancária em Salvador, conforme informações da RecordTV Itapoan. Os criminosos conseguiram fugir. O gerente passou a noite na agência. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, por meio de nota, parentes do funcionário da instituição financeira foram feitos reféns e libertados, após cerco da Polícia Militar. Equipes do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) deslocaram para a cidade para retirada dos explosivos.

Investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) já iniciaram as investigações para identificação do grupo.

O número de criminosos que participaram da ação é desconhecido. A agência está cercada por guarnições da 27ª Companhia Independente da Polícia Militar, que negociam a rendição dos bandidos. O clima é de tensão no centro da cidade.


Crédito das fotos :: Reprodução SSP/BA

Post Bottom Ad

VivaABahia