MAIO AMARELO # HU-UNIVASF e AMPLA promovem ações de educação no trânsito - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

10 de maio de 2019

MAIO AMARELO # HU-UNIVASF e AMPLA promovem ações de educação no trânsito


O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) e a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) realizaram atividades educativas para prevenção de acidentes de trânsito. As ações aconteceram na última quarta-feira (08) e dia (09) no hall e nas enfermarias do hospital.

Os pacientes, acompanhantes e colaboradores do HU-Univasf participaram de palestras ministradas pelo Gerente de Educação da AMMPLA, Gilmar Barros, que abordaram sobre os principais erros cometidos pelos condutores que acarretaram acidentes, bem como as técnicas para evitá-los. O objetivo é propagar práticas para um comportamento mais seguro no trânsito. 

O agricultor Cledison Candido da Silva (32) está internado no hospital desde o dia 28 de abril e conta que um caminhão entrou pela contramão e bateu na sua moto. A queda provocou lesões na perna e, depois de passar por duas cirurgias, ele entende bem as duras consequências de um acidente. O paciente recebeu atentamente as orientações e elogiou a ação.

“Achei a ideia muito boa. Eles falaram de coisas muito importantes como o uso do capacete e o cuidado para não sair apressado correndo, em alta velocidade".

A Chefe da Unidade de Vigilância em Saúde do HU, Daniely Figueiredo, explicou sobre a necessidade de falar sobre prevenção, inclusive, para pessoas que já se acidentaram, porque muitas delas acabam retornando ao hospital duas ou mais vezes vítimas de novos acidentes com circunstancias parecidas.

“Tivemos a ideia e a oportunidade de convidar a equipe da AMMPLA para conscientizar nossos pacientes e seus acompanhantes para tentar sensibilizá-los. Infelizmente, as pessoas não estão dando tanto atenção à prevenção e os acidentes de transporte terrestre se tornaram uma epidemia nacional”, falou.

No ano de 2018, o HU-Univasf atendeu a 7.690 vítimas de acidentes, 54% delas eram homens com idade entre 20 a 39 anos. Os fatores mais comuns relacionados aos acidentes foram: excesso de velocidade e condutor alcoolizado e/ou sem habilitação.

Crédito da foto :: Ascom HU Univasf/Divulgação

Post Top Ad

SCB