Buraco se abre no bairro de Ondina em dia de chuva forte em Salvador; quedas de árvores e alagamentos são registrados - Observador Independente

Buraco se abre no bairro de Ondina em dia de chuva forte em Salvador; quedas de árvores e alagamentos são registrados

Compartilhar

Frente fria provoca chuva e ventos fortes na capital baiana e região metropolitana, como em Lauro de Freitas e Camaçari.

Pontos de alagamento e quedas de árvores foram registradas nesta manhã chuvosa de quinta-feira (6), em Salvador e na região metropolitana, como é o caso das cidades de Lauro de Freitas e Camaçari.

Em Salvador, uma cratera se abriu em um canteiro da Avenida Adhemar de Barros, no bairro de Ondina e no mesmo lugar, um coqueiro caiu. Ninguém ficou ferido na situação.

Ainda no bairro de Ondina, parte dos moradores estão sem luz após a queda de uma árvore na Avenida Centenário. Na ocasião, a árvore que caiu acabou derrubando os fios de um poste. Ninguém ficou ferido. Uma faixa da avenida, sentido o bairro da Barra, foi interditada. A Coelba atende a ocorrência da queda da árvore sobre a rede na Avenida Centenário e informou que as equipes já estão finalizando o serviço de recomposição da rede no local.

Os ventos chegaram a 49 km/h na região do bairro de Ondina, enquanto que o esperado era 49Km/h, conforme informaram os meteorologistas.

De acordo com a Transalvador, um coqueiro caiu na fiação da Avenida Aliomar Baleeiro, no bairro de São Cristóvão, sentido aeroporto. A Coelba foi acionada e já está no local. O trânsito é lento na região.

Também em Salvador, há pontos de alagamento no bairro do Lobato, na Avenida ACM, como por exemplo, próximo ao terminal rodoviário, além da Calçada, sentido Baixa do Fiscal.

Desde a madrugada até as 8h desta quinta-feira, a Defesa Civil de Salvador (Codesal), registrou 37 ocorrências, sendo a maior parte delas, 9 casos, foram ameaças de desabamento. O maior número de ocorrências foi registrado através das prefeituras bairro Barra/Pituba.

A Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) informou que a travessia marítima Salvador-Mar Grande foi suspensa nesta quinta-feira, por conta mau tempo.

Em Lauro de Freitas, há pequenas poças de água nas principais vias da cidade, como é o caso da Avenida Santos Dumont, parte da Estrada do Coco que corta a cidade.

Frente fria

Uma frente fria chegou em Salvador e região, e desde o final da tarde de quarta-feira (5), causou ventos fortes e pancadas de chuva.

Segundo meteorologistas, o mau tempo é provocado pelo sistema de alta pressão, que está empurrando as nuvens da frente fria para o continente. A chuva deve se estender até o fim de semana em Salvador, região metropolitana, recôncavo e litoral norte.

As ondas podem atingir 3,5 metros de altura em alto mar na Baía de Todos-os-Santos, o que significa perigo para navegação em mar aberto. Por conta disso, a travessia Salvador-Mar Grande também foi suspensa na quarta-feira.

Crédito das fotos Maiana Belo / Salvador

Post Bottom Ad

VivaABahia