Centro de Abastecimento de Feira de Santana :: Após recomendação do MP, prefeito diz que vai intensificar ações de recuperação - Observador Independente

Centro de Abastecimento de Feira de Santana :: Após recomendação do MP, prefeito diz que vai intensificar ações de recuperação

Compartilhar

O MP recomenda a necessidade de adequação do entreposto comercial às exigências do Ministério da Agricultura.

O Ministério Público Estadual (MP-BA), recomendou um prazo de 45 dias para que a prefeitura de Feira de Santana faça adequações no Centro de Abastecimento e destacou a necessidade da adequação do entreposto comercial às exigências do Ministério da Agricultura. O prefeito Colbert Martins da Silva, disse em entrevista ao Acorda Cidade que a recomendação do MP foi recebida nesta quarta-feira (26) pela manhã através da promotora Márcia Morais Santos Vaz e diz respeito a um procedimento de 2009 que foi atualizado neste ano.

“É algo que já vem há mais ou menos dez anos e nós vamos procurar resolver da melhor forma possível dentro das recomendações. As instalações físicas do centro, nós estamos trabalhando na questão da drenagem, da questão do esgotamento do centro, da melhora dos boxes, de vários boxes que estão lá. Já fizemos um trabalho em relação aos peixes, mas estamos trabalhando muito agora na recuperação de várias instalações hidrosanitárias do local que efetivamente precisa. Nós estamos trabalhando permanentemente nas campanhas de orientação e conscientização, junto a comerciantes. Vamos intensificar esse tipo de trabalho que é feito permanentemente com as pessoas que são permissionárias”, afirmou.

Colbert acrescentou ainda que a prefeitura irá realizar uma campanha de orientação junto aos comerciantes de frutas in natura sobre a questão de higiene e de limpeza. Vai aumentar a fiscalização e medidas para coibir as irregularidades existentes referentes as condições de salubridade dos produtos oferecidos como frutas, carnes e outros alimentos comercializados.

“É uma recomendação a qual nós temos todo interesse de poder consertar, recuperar o que for recuperável e nessas questões todas que diz respeito ao direito do consumidor e a saúde do consumidor a aumentar cada vez mais as ações que nós fazemos no Centro de Abastecimento”, acrescentou.

O prefeito explicou que está aguardando o relatório técnico em que é citado o Centro de Abastecimento pra poder intensificar o trabalho e cumprir o prazo do MP.

Ele comentou que a prefeitura está combatendo as questões relacionadas a exploração de menores e prostituição infantil no local.

Com informações do repórter Paulo José / Foto: Jorge Magalhães

Post Bottom Ad

Apostilas Opção