De volta para o duelo com o Iporá, capitão Iran ressalta força do Cancão no Adauto Moraes em Juazeiro - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

28 de junho de 2019

De volta para o duelo com o Iporá, capitão Iran ressalta força do Cancão no Adauto Moraes em Juazeiro


Em mais uma decisão pela Série D, o Cancão recebe o Iporá-GO no próximo sábado, às 16h, pelo jogo de ida das oitavas de final da Série D. Ocasião em que o técnico Carlos Rabelo terá um reforço e tanto: após cumprir suspensão no último domingo no duelo em Minas contra a Patrocinense, o capitão Iran está de volta.

E o volante, presente em sete dos oito jogos da equipe até aqui na competição, retorna com disposição de sobra para dar sua contribuição em busca de mais uma vitória importantíssima na busca pelo acesso. “Fico feliz de estar ajudando minha equipe dentro de campo. Sobre a questão de ser o capitão, temos vários líderes dentro e fora de campo. Nossa equipe é muito experiente, com vários líderes positivos. Espero continuar ajudando com experiência e maturidade. E como capitão, ajudar ali com uma voz ativa, um incentivo ou com uma cobrança", frisa o volante de 29 anos revelado pelo Santo André-SP e com passagens por URT-MG e Portuguesa Santista. 

O fator casa, por sinal, é ressaltado por Iran. Afinal, o Cancão venceu as quatro partidas no Adauto até então, e sem sofrer gols: foram seis marcados. “Nossa equipe leva pouco gol e ainda não tomamos gol dentro de casa, o que é um fator positivo. Ainda mais numa competição como o Brasileiro Série D, tem que fazer o seu papel dentro de casa e procurar somar fora”, comenta.

PROMOÇÃO - Além do treino da tarde desta quinta no Adauto, Rabelo ainda comandará um uma atividade amanhã e outra no sábado visando a partida de domingo, que conta com promoção de ingresso. A entrada para o jogo custa R$20 e quem comprar nas bilheterias do Adauto hoje (27), sexta (28) e sábado (29), ganha um ingresso exclusivamente para mulheres.

Crédito da foto :: Ascom Juazeirense / Divulgação
Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca