ELEIÇÕES EM CAMAÇARI @ A irresponsabilidade de Caetano e o desrespeito ao eleitorado. População demonstra cansaço com velhas práticas - Observador Independente

ELEIÇÕES EM CAMAÇARI @ A irresponsabilidade de Caetano e o desrespeito ao eleitorado. População demonstra cansaço com velhas práticas

Compartilhar

Todos já estão cansados de saber que o ex-prefeito e ex-deputado Luiz Caetano PT) está impedido de concorrer as eleições de 2020. Isto é fato incontestável desde que perdeu por unanimidade recurso no STF-Supremo Tribunal Federal que manteve decisão de todas as instâncias inferiores. Matérias sobre o assunto: Aqui e Aqui  

O que salta aos olhos é a repetida irresponsabilidade do político ao insistir na mentira que continua candidato pelo PT, às eleições que se aproximam. Não há possibilidade, por mais que ele queira. E aí vem um segundo questionamento a se fazer. Onde está a responsabilidade do ex-líder local, ao insistir na tese mentirosa e jogando como se tudo corresse às mil maravilhas, ainda na certeza que vai empurrar garganta abaixo a sua querida esposa como sucessora? Cadê o respeito aos seus “liderados” se ainda tem algum, ao partido e à decisão judicial? 

Foi assim em 2012, quando contra tudo e contra todos, empurrou garganta abaixo o desastrado ex-prefeito Ademar Delgado (PT). Deu no que deu. Ademar entrou para a história baiana como o pior prefeito que já sentou no trono de Camaçari. Inclusive desgastado pelo próprio Caetano que queria continuar mandando na prefeitura. 

A população e o eleitorado precisam ficar atentos a estas questões para não cometer novamente o erro de seguir a desvairada liderança e cometer o mesmo erro de 2012, atrasando o município em oito longos anos. 

Chapa quente demais e frituras
Sem ouvir ninguém, o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT) cuida para fritar aliados e companheiros de longa data com a insistência desdenhosa que o povo é burro. por outro lado, a insistência em indicar nomes ruins e desconhecidos da população, por puro e simples capricho tem levado ao afastamento de nomes importantes que acompanhavam o ex-deputado federal e prefeito por três vezes de Camaçari.

A burrice de Caetano é tão grande e letal para si e para quem o acompanha, que descobrindo a tempo a maldade, nomes de peso começam a pular do barco a exemplo do prestigiado ex-vereador Otaviano Maia que anunciou apoio ao prefeito Elinaldo e pulou do barco à deriva de Caetano. 

Para quem não sabe, Otaviano é sobrinho da prestigiada deputada estadual e Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, um dos cargos mais cobiçados no governo estadual , quase fritada pelas broncas provocadas por Caetano com o PT. Luiz Maia ainda se mantém firme graças ao respeito que conquistou ao longo do tempo nas hostes da esquerda baiana e nacional. Não demora a abandoná-lo, diga-se, pela última vez.

Solução mágica ? 
A solução mágica para resolver os problemas de Camaçari, segundo Caetano (PT) será a sua atual esposa, Ivoneide Souza que efetivamente passará o bastão para ele em uma inimaginável vitória nas eleições de 2020. É desconsiderar a intelectualidade das massas, dos eleitores e acreditar cegamente que o povo camaçariense, literalmente é burro. 

Uma solução mágica não existe quando se trata de eleições. O exemplo foi a recente eleição de Antônio Elinaldo(DEM) que prometeu salvar a pátria camaçariense e mal consegue se salvar em uma próxima eleição. 

Desgastado Elinaldo não vem conseguindo dar as respostas necessárias e os eleitores que maciçamente o elegeram começam a dar sinais de cansaço com as milhares de desculpas, considerando que Camaçari é a terceira maior arrecadação do Estado. E ainda, imperdoável, os sucessivos escândalos e suspeitas de corrupção envolvendo membros do alto escalão do governo. 

Nomes para 2020? 
Recordista em abraços e afagos neste São João em Camaçari, Fábio Lima é também o mais querido entre os políticos camaçarienses nas redes sociais

Em uma cidade como Camaçari, cuja cadeira do executivo é disputada em acirradas eleições, dezenas de nomes surgem e acabam tomando rumos diferentes antes de chegar à reta final em 2020 e fazer o grande teste nas urnas. ­­­­­ 

A maioria acaba desistindo, outros negociam apoio e retiram candidaturas em troca de cargos, etc. etc. Outros simplesmente não têm fôlego financeiro e cabedal político para levar adiante um projeto que requer forte ligação com a população. 

Já surgiram vários nomes e acabamos por publicar artigos citando-os como possíveis, tanto pelo seu desempenho anterior quanto pelo carisma que carregam junto à comunidade onde vivem. 

Neste sentido, observa-se que o mais novo nome a despontar no cenário é um jovem administrador de 36 anos, natural do município de Camaçari e profundo conhecedor dos seus problemas. 

Fabio dos Santos Lima foi candidato a vereador em 2016 pelo PSL, mas teve sua candidatura indeferida pelo TRE-Tribunal regional Eleitoral e não concorreu. Atualmente está no PP-Partido progressista do vice-governador João Leão. 


Cenários 
Ficou difícil retribuir tantos abraços, apertos de mão e aconchego neste São João no município de Camaçari

Quem acompanha o cenário político camaçariense percebe o crescimento do jovem líder e não hesita em aponta-lo como um bom nome. No Instagram, por exemplo, com mais de 40 mil seguidores, Fábio desbanca nomes de peso, a exemplo do ex-prefeito Luiz Caetano(PT) com 19 mil, o vice-prefeito José Tude (DEM), com 6 mil, o vereador e presidente da Câmara, Jorge Curvelo, com 2.343, e do atual prefeito Antônio Elinaldo, com 13 mil. 

Não é fraco quando se refere a militância política. Prova inconteste foi a calorosa recepção por parte da população nas festividades de São João em todo o município. Por onde passou, ficou difícil retribuir individualmente cada abraço, cada aperto de mão. 

Um bom sinal, já que as redes sociais na atualidade brasileira são as principais vitrines para qualquer político, refletindo a realidade da sua vida e militância. Desde a eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL) elas passaram a definir o caminho das eleições no Brasil. 

Não será diferente em Camaçari, e já começam a apontar o possível nome à sucessão municipal. 

Post Bottom Ad

Apostilas Opção