Igreja Universal é condenada pela justiça por forçar pastores a fazer vasectomia - Observador Independente

Igreja Universal é condenada pela justiça por forçar pastores a fazer vasectomia

Compartilhar

A Igreja Universal do Reino de Deus está envolvida em uma polêmica na justiça. Desta vez, ex-pastores afirmam ter sido forçados ou pressionados pela instituição a fazer vasectomia. 

De acordo com eles, a prática garantiria o ingresso, a permanência ou a ascensão nos quadros da igreja. Sem filhos, os ex-pastores teriam mais disponibilidade para viagens a mando da igreja.

A instituição religiosa já foi condenada em diferentes casos na Justiça do Trabalho, além de uma condenação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). No mais recente, o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-2), condenou a Universal, a pagar R$ 115 mil em indenização por danos morais e materiais ao ex-pastor Clarindo de Oliveira, 44.

A igreja nega as acusações dos ex-líderes religiosos, diz que saiu vencedora de 13 processos ajuizados na Justiça do Trabalho e afirma que estimula o planejamento familiar dos casais.

Crédito da Foto: divulgação

Post Bottom Ad

VivaABahia