SANTO ANTº DE JESUS @ Manifestação movimenta centro da cidade. Trânsito fica congestionado. Adesão é quase nenhuma. Estratégia de propaganda nazista é usada. - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

14 de junho de 2019

SANTO ANTº DE JESUS @ Manifestação movimenta centro da cidade. Trânsito fica congestionado. Adesão é quase nenhuma. Estratégia de propaganda nazista é usada.


Quem está por trás da greve geral de 14 de junho contra a reforma da Previdência ?


Sob o pretexto de protestar contra a reforma da Previdência, trabalhadores de diversas categorias estão sendo convocados para uma greve geral nesta sexta-feira (14). Também fazem parte das reivindicações não contingenciamento na educação e até um desagravo ao ministro da Justiça, Sergio Moro. 

Por trás dessa movimentação estão as centrais sindicais, partidos políticos, entidades estudantis e opositores ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). Entre as centrais, estão na articulação a CUT, CTB, Força Sindical, CGTB, CSB, UGT, Nova Central, CSP- Conlutas e Intersindical, todas ligadas à esquerda brasileira. 

Moro na mira 

A manifestação nacional contra a reforma da Previdência já estava programada há meses pelas centrais. Mas, com o decorrer do tempo, novos temas foram adicionados ao protesto, como é o caso do contingenciamento de verbas da educação. Para a CUT, “escândalos” ligados à família de Bolsonaro e equipe de ministros também estão na lista. 

Nesse caso, o alvo é o ministro da Justiça, Sergio Moro, e os procuradores da Lava Jato, como o chefe da força-tarefa, Deltan Dallagnol, que tiveram supostas conversas divulgadas no último final de semana. 

Categorias que aderiram 

De acordo com a CUT, diversas categorias já teriam aderido às manifestações, como bancários, servidores públicos, metalúrgicos, motoristas, cobradores, vigilantes, professores e trabalhadores da educação. Nestas áreas, as atividades do dia no setor estão parcialmente paralisadas. 

Gente sem noção 

A reportagem acompanhou a manifestação nas ruas de Santo Antº de Jesus e perguntou a vários adolescentes que participavam e distribuíam panfletos. Os jovens sequer sabem os motivos reais de estarem na manifestação.

A adolescentes A.R.J, de 15 anos, questionada sobre a reforma da previdência e os motivos que a levaou até a manifestação, respondeu laconicamente que, 
Bolsonaro vai acabar a previdência social. Não sei muita coisa, mas o que o pessoal diz é que ninguém mais vai se aposentar se a reforma da previdência for aprovada. 

Muitas mentiras ditas ao estilo Goobels.

Os herdeiros de Goebbels 

Ele dominou a arte do engodo como ninguém e a Alemanha só não é o império sonhado por Hitler porque a perseguição e o extermínio de milhões de pessoas, a maioria de origem judaica, mobilizou forças unânimes no mundo inteiro. 

O Terceiro Reich conseguiu esconder grande parte das atrocidades que cometia com histórias mentirosas, meticulosamente documentadas, durante um tempo surpreendentemente longo, mas a imprensa mundial furou o bloqueio de informações, ajudando a mudar o curso da guerra. 

Goebbels tinha a convicção de que as piores coisas não podiam vir a público, sabia que todo o poder do Führer iria por água abaixo caso ‘certas medidas passíveis de má interpretação’ se tornassem conhecidas, mas obviamente houve um momento em que não conseguiu mais esconder os métodos de ‘pesquisas’ nos campos de concentração. 

A greve desta sexta-feira, 14, deixa claro que as estratégias de Goebbels estão sendo usadas em larga escala pela esquerda brasileira.

Veja as imagens. 



Cerca de 600 pessoas nas ruas 

Na manifestação pelas ruas de Santo Antº de Jesus, no Recôncavo baiano, os partidos de esquerda conseguiram a grande proeza de em plena sexta-feira, levar para as ruas cerca de 600 pessoas, que com cartazes, carro de som, faixas e palavras de ordem conseguiram marcar presença no centro financeiro e comercial da cidade. 

Bancos, comércio, indústria e serviços não estão afetados pela greve e pela manifestação desta sexta-feira, 14, na cidade. Não houve adesão dos comerciários e o comércio continua funcionando normalmente. 
A Defensoria Pública do Estado está funcionando sob regime de plantão, segundo aviso disponibilizado na portaria da instituição. A Câmara de Vereadores do Município suspendeu as atividades nesta sexta-feira, com ponto facultativo. 

Os demais órgãos públicos federais, estaduais e municipais estão funcionando normalmente. 

A Policia Militar se manteve ausente da manifestação e não foi visto nenhuma viatura ou policiamento acompanhando a manifestação. O SMTT esteve orientando o transito ao longo do trajeto sem, entretanto, interferir diretamente no evento. 


Crédito das fotos e vídeo :: Noedson Ney

Post Top Ad

SCB