Comunidade produtora de chás orgânicos expõe na Fenearte, em Recife - Observador Independente

Comunidade produtora de chás orgânicos expõe na Fenearte, em Recife

Compartilhar


Oito receitas diferentes da bebida são produzidas pelo grupo, em Campo Largo (PR). Cafés especiais, torrados no Recife, também têm espaço na feira, em Olinda.



Chás orgânicos, mais aromáticos e saborosos, são o ‘carro-chefe’ da Tribal Brasil, marca criada por pessoas que vivem numa comunidade cristã em Campo Largo (PR). Os produtores participam da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), em Olinda, pela primeira vez, trazendo receitas diferentes e infusão da bebida a frio.

“Somos nós, ervateiros, que fazemos todo o processo de fabricação do chá, desde o cultivo, colheita até a produção do que vendemos. Tudo isso é feito por membros de nossa comunidade, e é o sustento das famílias que vivem conosco”, explica o ervateiro Sha’an.

O nome do produtor, de origem hebraica, foi adotado quando ele começou a fazer parte da comunidade das Doze Tribos, que reúne várias famílias que decidem viver partindo de alguns princípios bíblicos.

Produtores de chás são membros da comunidade das Doze Tribos, inspirada em princípios bíblicos — Foto: Penélope Araújo/G1

“É uma comunidade que é citada na Bíblia, nos Atos dos Apóstolos, mas que não é uma instituição religiosa, apenas vive de forma compartilhada, dedicada ao ensino, orações e partilha. Vivemos integrados, como uma grande família”, explica.

Para a Fenearte, o grupo trouxe oito sabores diferentes de chá, como o de capim santo com melissa e maracujá e o chai, receita indiana com especiarias. Os chás custam entre R$ 13 e R$ 25, em versões de sachê e a granel.
Como o chá é o produto principal, temos várias combinações deles. Especialmente para a feira, estamos também ensinando como prepará-lo já numa infusão a frio, porque Recife é bastante quente. Quando você faz o chá quente e esfria, ele perde aroma e sabor. Fazendo já frio, ele fica melhor, 
diz ainda Sha'an.

Visitantes da Fenearte aprovaram sabor e aroma do chá — Foto: Penélope Araújo

Visitantes da feira, as recifenses Cléa e Larissa Didier aprovaram as receitas vendidas pela Tribal Brasil. “Gostamos muito de chá, já provamos muitos diferentes. Esse, por ser orgânico é bem mais saudável, mas principalmente muito saboroso”, contou Cléa.

Café

Os apreciadores de cafés especiais também podem experimentar diferentes sabores da bebida. A marca pernambucana Versado, que também expõe na Fenearte pela primeira vez, tem oito cafés diferentes, que são torrados de forma artesanal, no Recife.
Cafés especiais revelam sabores de diversas partes do Brasil, na Fenearte — Foto: Penélope Araújo

"A gente compra o grão de café ainda verde, puro, e faz todo o processo de torrefação aqui. Usamos um torrador, mas como vamos colocando os grãos de pouco em pouco, e acompanhando de perto, é uma forma artesanal de produção", explica o empresário Henrique Trajano, um dos sócios da marca.

Os cafés da marca vêm de diversas partes do Brasil, como as fazendas do cerrado e da região Sul do país, o que resulta em diversos sabores.

"Não adicionamos nada ao café. Os sabores são diferentes, porque o grão está para o café como a uva está para o vinho, ou seja, o sabor do café depende de várias coisas, como o lugar onde ele é plantado, a idade da planta, a época da colheita", ressalta ainda Trajano.
Henrique Trajano conta que a ideia é levar os cafés especiais para mesa dos brasileiros / Foto: Penélope Araújo

Na Fenearte, estão disponíveis desde cafés mais tradicionais, que têm notas de caramelo e chocolate, até os mais exóticos, que incluem notas florais ou de limão.

"A ideia é que a gente leve esses sabores diferentes para a mesa dos brasileiros. É o que deixa a gente mais feliz: ver uma pessoa comprando o café para dividir com a família, em casa", diz ainda o empresário. Os pacotes de grãos custam entre R$ 25 e R$ 35.

A feira segue até o próximo domingo (14), funcionando das 14h às 22h, nos dias úteis, e das 10h às 22h, nos fins de semana. De segunda a sexta, a entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

No fim de semana, os ingressos custam R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Os tíquetes são vendidos pela internet, em pontos descentralizados e na bilheteria do evento.

Post Bottom Ad

Apostilas Opção