Em Salvador, rodas de conversa abordam violência contra mulheres, no sábado; veja programação - Observador Independente

Em Salvador, rodas de conversa abordam violência contra mulheres, no sábado; veja programação

Compartilhar

Neste sábado (6/7), acontecem duas rodas de conversa, abertas ao público e gratuitas, sobre fatores de prevenção e proteção relacionados às violências baseadas em questões de gênero. O evento, intitulado “Ciclo de conversas - violência contra mulheres: esse problema também é seu”, acontece das 15h às 19h, no Shopping da Bahia.

A iniciativa pretende levar informações e promover maior conscientização sobre a temática entre os soteropolitanos. O primeiro ciclo de conversas traz como tema “Prevenir é o melhor remédio”, com a participação da titular da SPMJ, Rogéria Santos; da titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), Simone Borges; e da diretora do Instituto Renascer Mulher, Ligia Margarida.

Já o segundo encontro abordará o tema “Protegendo, acolhendo e amparando”, com as presenças da comandante da Ronda Maria da Penha da Polícia Militar da Bahia, major Denice Santiago; da coordenadora do Instituto Avon, Mafoane Odara; e da presidente da Organização TamoJuntas, Laisa Crisóstomo.

PROGRAMAÇÃO

Ciclo de conversas I: Prevenir é o melhor remédio - das 15h20 às 17h

Simone Borges (Deam-BA): Identificando situações e fatores de risco

Rogéria Santos (SPMJ): O papel dos homens no combate à violência contra mulheres

Ligia Margarida (Instituto Renascer Mulher): Prevenindo a violência a partir da autoestima e da autonomia feminina

Interação com participantes

Ciclo de conversas II: Protegendo, acolhendo e amparando - das 17h20 às 19h

Major Denice Santiago (PM-BA): A Ronda Especial "Maria da Penha”

Mafoane Odara (Instituto Avon): Fale sem Medo! Denunciando e procurando apoio em redes

Laisa Crisóstomo (Organização TamoJuntas): Acolhimento e defesa jurídica de mulheres em situação de violência

Interação com participantes

Os ciclos são promovidos pela Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).


Crédito da Foto: Divulgação

Post Bottom Ad

Apostilas Opção