Governo suspende por 12 meses exigência de aulas para tirar habilitação de ciclomotores - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

10 de julho de 2019

Governo suspende por 12 meses exigência de aulas para tirar habilitação de ciclomotores


Os interessados precisarão apenas fazer as provas da categoria, as provas teóricas e as provas práticas sem necessidade de terem aulas nas autoescolas.
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O Conselho Nacional de Transito (Contran), publicou recentemente uma resolução que trata de mudanças no processo para obter a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC). O coordenador da 3ª Ciretran de Feira de Santana, Silvio Dias, explicou que a resolução apresenta mudança tanto para a condução de ciclomotores, como para condutores de veículos em geral.

De acordo com ele, a principal mudança diz respeito que a partir de setembro, os condutores, candidatos a condutores de habilitação de ciclomotores e cinquentinhas poderão obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) sem passar pela autoescola. Ele informou ao Acorda Cidade que os interessados precisarão apenas fazer as provas da categoria, as provas teóricas e as provas práticas sem necessidade de terem aulas nas autoescolas.


Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Isso é um ganho e eu chamo a atenção para aqueles que têm os seus veículos que aproveitem esse momento que serão apenas 12 meses, que é o que prevê a resolução que nesse prazo de 12 meses eles não terão o custo da autoescola, ele virão ao Detran solicitar a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC), farão a prova teórica e depois a prova prática. Terão então a sua habilitação sem nenhum outro custo relacionado a autoescola”, afirmou ao Acorda Cidade.
De acordo com Silvio Dias, após esse prazo de suspensão de um ano, as aulas retornarão a normalidade, porém em uma quantidade menor, apenas cinco horas aula, no entanto o condutor terá que passar pela autoescola.
“Volto a chamar a atenção a quem tem o ciclomotor. Aproveitem esse momento e venham ter a sua habilitação, que é uma habilitação para conduzir ciclomotores, mas de uma forma mais fácil, mais rápida e sem tanta burocracia e sem tanto custo”, acrescentou.
Sobre os veículos de quatro rodas

Silvio Dias afirmou que as mudanças em relação aos veículos de quatro rodas envolvem, por exemplo, os condutores que tem a categoria A, a categoria B e querem adicionar mais uma outra categoria a habilitação. Nesses casos também haverá uma redução, haverá diminuição de 20 aulas para apenas 15 aulas.
“Se eu tenho a categoria B e quero adicionar a categoria para veículo de duas rodas, a categoria A, haverá essa redução para apenas 15 horas aula. Ainda há uma outra mudança também importante e que deve impactar nos valores desse processo de habilitação que é um processo relativamente caro. A mudança diz respeito ao simulador, deixa de ser obrigatório e passa então a ser opcional. O candidato que fará a opção de fazer ou não esse curso também haverá uma redução na quantidade de horas aula”, comentou.
Entrega de documentos

Silvio Dias informou ainda que a Ciretran está facilitando para os proprietários de veículos a entrega de documentos. Hoje o proprietário pode pagar o documento, se dirigir ao órgão de trânsito, fazer a retirada do documento sem necessitar esperar que ele chegue em sua casa.

“Há um prazo de 48 horas, ou seja, dois dias para que ele pagando, venha a Ciretran solicite o documento e não aguarde chegar em casa. Passada essas 48 horas o Detran vai emitir. Não poderá mais fazer a impressão aqui e só após 30 dias, caso não chegue na residência da pessoa, ela terá que aguardar chegar em sua casa. É sempre bom lembrar é que o Detran não emite mais o documento que chegava na residência informando os valores do licenciamento. Então o proprietário do veículo não deve ficar esperando chegar esse documento em sua casa. Basta ir ao banco, com o código Renovan aos bancos credenciados. Pode chegar, solicitar o valor do seu licenciamento e fazer o pagamento. Não deve ficar aguardando chegar o documento, informando os valores porque ele não chegará mais. Houve essa mudança e o Detran da Bahia não emite mais esse documento”, finalizou.

Fonte: Acorda Cidade.
Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca