Maré alta derruba trecho de calçadão e parte de bancos na orla de Olinda/PE - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Audima

14 de agosto de 2019

Maré alta derruba trecho de calçadão e parte de bancos na orla de Olinda/PE



Problema ocorreu na madrugada desta quarta-feira (14), em Casa Caiada, onde houve aumento de erosão e apareceram rachaduras nas estruturas de concreto da praia.



Um trecho do calçadão e parte dos bancos da orla de Casa Caiada, em Olinda, caíram na madrugada desta quarta-feira (14), por causa da força da maré alta. Na área, houve também aumento da erosão e rachaduras apareceram nas estruturas de concreto da praia. (Veja vídeo acima)

O trecho atingido alta fica logo depois da área que é protegida pelas pedras, colocadas para conter a força das ondas do mar. Os moradores da orla dizem, no entanto, que não foi preciso uma maré muito forte para provocar todos os estragos.

“De madrugada, a maré foi de dois metros. E isso não é tão grave como já aconteceu antes. Tivemos aqui maré de mais de três metros. O problema é que isso acontece há muito tempo e não foram tomadas as providências”, afirmou o empresário Odir Albuquerque.

No início da manhã desta quarta, o local onde ocorreu a queda da estrutura de concreto estava sem sinalização. Os técnicos da prefeitura chegaram por volta das 10h30 e interditaram a área. Fitas para isolar o trecho foram colocadas.

Para Almir Falcão, representante dos síndicos dos prédios da orla de Olinda, providências deveriam ter sido tomadas há muito tempo. “O prefeito veio aqui e fiscalizou a orla. Não foi de uma hora para outra”, declarou.

Diante do problema, o secretário de Obras de Olinda, Roberto Rocha, afirmou que a prefeitura vai providenciar os serviços emergenciais no local em que o calçadão cedeu. Está previsto um trabalho denominado de enrocamento, ou seja, colocação de mais pedras para conter a maré e evitar a erosão.

Segundo ele, a ideia é atuar em um trecho de 90 metros, depois do local onde já foram colocadas as pedras para contenção da maré.

“Temos mais projetos para mais dois trechos. Precisamos de recursos. Vamos ter que tirar de outras áreas para fazer esse serviço nos locais que não foram atingidos”, afirmou.



 Fotos :: Reprodução/TV Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->