Ramal Camaragibe da Linha Centro do Metrô é paralisado após problema elétrico em Recife - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Audima

26 de agosto de 2019

Ramal Camaragibe da Linha Centro do Metrô é paralisado após problema elétrico em Recife



Segundo CBTU, falha na alimentação elétrica do trens próximo à Estação Coqueiral fez funcionamento ser suspenso. Ramal Jaboatão e Linha Sul funcionam normalmente.



Um problema elétrico paralisou o ramal Camaragibe da Linha Centro do Metrô do Recife, nesta segunda-feira (26). Segundo a Companhia de Trens Urbanos (CBTU), houve uma falha na alimentação elétrica dos trens, próximo à Estação Coqueiral, identificada às 10h50. Na quinta (22), outra falha paralisou a Linha Sul.

A Linha Centro possui dois ramais, divididos a partir da Estação Coqueiral. Um deles, que foi afetado pela falha elétrica, é o Camaragibe e compreende as estações Alto do Céu, Curado, Rodoviária, Cosme e Damião e Camaragibe, além da parte da Coqueiral que segue em direção à Camaragibe.

A CBTU informou que a equipe de manutenção foi acionada para solucionar o problema, mas não foi dado prazo para retorno da operação.

O segundo ramal é o Jaboatão, que opera normalmente nesta segunda. Os dois ramais da Linha Centro transportam, diariamente, cerca de 250 mil pessoas. A operação das Linhas Sul e do VLT não foi atingida pela pane.

Problemas

Na manhã da quinta-feira (22), a Linha Sul do Metrô ficou paralisada durante quatro horas após uma falha elétrica. O trem quebrou próximo da Estação Shopping, segundo a CBTU. Os passageiros que estavam na composição que parou saltaram, seguindo a pé próximo aos trilhos.

Em julho, o rompimento de um cabo deixou a Linha Centro sem funcionar por dias, causando transtornos aos cerca de 250 mil passageiros que passam por ela diariamente.

Outro problema na rede elétrica afetou o funcionamento da Linha Sul do metrô no dia 26 de março. Dias antes, um trem quebrou e os passageiros saltaram nos trilhos, paralisando a Linha Centro.



Foto: Reprodução/WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->