GOVERNO FEDERAL CONTINUA ALIMENTANDO INDUSTRIA DA SECA e reconhece situação de emergência em 17 cidades da Bahia por falta de chuva - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Audima

13 de setembro de 2019

GOVERNO FEDERAL CONTINUA ALIMENTANDO INDUSTRIA DA SECA e reconhece situação de emergência em 17 cidades da Bahia por falta de chuva



O Governo Federal reconheceu nesta sexta-feira (13/9) situação de emergência em 17 municípios baianos, por conta da estiagem e seca. Com a atitude, continua alimentando a industria da seca no nordeste e alimentando a corrupção nas prefeituras. Quem conhece a Bahia, de fato, sabe que chove em 95% do território baiano. 


De acordo com a lista, as cidades de Irecê, Bom Jesus da Serra, Poções, Guajeru, Mirante, Nordestina, Chorrochó, Teofilândia, Presidente Jânio Quadros, Palmas de Monte Alto, Cordeiros, Andaraí, Queimadas, Olindina e Lajedo do Tabocal se enquadram em situação de desastre por estiagem, que é caracterizada por tempo seco, após períodos de chuvas e trovoadas.

Já Boa Visto do Tupim, Chorrochó e Caetanos estão com decretos por seca, que se refere a insuficiência de chuvas por um longo período de tempo. A seca é considerada uma situação mais crítica. 

Com o reconhecimento da situação de emergência, os municípios baianos podem solicitar apoio da Operação Carro-pipa, que é regulada pelo Exército Brasileiro. Além disso, as prefeituras também podem fazer compras necessárias, sem exigência de licitações.



Crédito da Foto: Defesa Civil da Bahia/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->