Rondesp Leste inaugura sede do Grupo de Operações com Cães em Feira de Santana - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

13 de setembro de 2019

Rondesp Leste inaugura sede do Grupo de Operações com Cães em Feira de Santana


Os cães são treinados diariamente, além do tempo de descanso e boa alimentação. Eles são condicionados a indicar um odor, exibindo um comportamento ao perceber os alvos, que são drogas, armas e munições.

A Companhia Independente de Policiamento Tático-Leste realizou nesta sexta-feira (13) a solenidade de inauguração da sede do Canil Setorial, em Feira de Santana. O capitão PM Danilo, comandante do Grupo de Operações com Cães da Rondesp Leste, destacou que a estrutura era necessária.

A estrutura foi montada de acordo com a demanda que resolvemos abraçar em Feira de Santana. Temos três cães preparados para o faro e detecção de drogas, armas e munições. Aqui também existe um consultório veterinário para avaliação regular desses animais e uma área de treinamento. Conseguimos concluir essa etapa para poder atender Feira de Santana e região,
afirmou.

No local há um cão adulto, com três anos, e dois filhotes, com seis meses, que estão em fase de treinamento. De acordo com o capitão PM Danilo, os animais são empregados em operações onde existe a suspeita de drogas, armas e munições em local de difícil acesso, onde a visão humana não consegue alcançar.

O capitão ressaltou que os cães são treinados diariamente, além do tempo de descanso e boa alimentação. Eles são condicionados a indicar um odor, exibindo um comportamento ao perceber os alvos, que são drogas, armas e munições.

“O sentido do olfato dos cães que nos dá uma vantagem tática muito grande. Recentemente fomos demandados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), empregamos o cão e isso facilitou a ação permitindo a apreensão de uma grande quantidade de drogas”, disse.

O coronel Luziel Andrade, comandante do CPRL, também participou da solenidade e destacou a importância da inauguração da sede do Canil Setorial operacional para as operações realizadas em Feira e região.
A gente ganha muito. Já tivemos várias prisões de drogas feitas utilizando cães. Além disso, tem o lado afetivo, já que a gente cria um amor pelos animais. São várias coisas positivas e acredito que o grande ganho é para o setor operacional. Vamos poder atuar juntamente com a PRF, 
afirmou.


Acorda Cidade / Fotos:: Ed Santos/Acorda Cidade


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->