Após dois anos em obras, Igreja de Nossa Senhora da Purificação, em Santo Amaro, será reaberta - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

8 de outubro de 2019

Após dois anos em obras, Igreja de Nossa Senhora da Purificação, em Santo Amaro, será reaberta



Templo foi restaurado. Missa de reabertura será no dia 27 de outubro, às 10h.


A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Purificação será reinaugurada no dia 27 de outubro após ficar fechada por dois anos para obras de restauração. A Missa de reabertura será às 10h.

Durante o período em que estava fechada, a novena dedicada a Nossa Senhora da Purificação acontecia na praça da Purificação, em um palco montado pela prefeitura da cidade. As missas semanais e dominicais ocorriam na Igreja de Nossa Senhora dos Humildes, que também fica em Santo Amaro.

A reinauguração vai contar com a presença de autoridades do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do bispo da Diocese de Cruz das Almas, Dom Antônio Tourinho Neto e do pároco da Purificação, padre Raimundo Mário de Santana.

No dia 27 também será celebrado o aniversário do pároco emérito e ex-reitor da Basílica Santuário do Senhor do Bonfim (Salvador), Monsenhor Walter Jorge Pinto de Andrade, que completará 80 anos.

Festa

A festa da Purificação de Nossa Senhora é uma das maiores comemorações da Igreja Católica Romana, e é realizada no dia 2 de fevereiro. Ela fica atrás da Festa da Conversão de São Paulo, que acontece em 25 de janeiro. No Santo Rosário latino da Igreja Católica, o quarto Mistério Gozoso é a apresentação de Jesus no Templo.

A celebração da Purificação de Maria e também da Apresentação de Jesus no Templo, que ocorre no dia 2 de fevereiro, comemora um episódio de quando Jesus ainda era criança. Na Igreja Ortodoxa e outras Igrejas Católicas do Oriente, ela é uma das doze Grandes Festas e também é conhecida como Hypapante (literalmente “Encontro”, em grego), Candelária, Purificação da Virgem e Encontro do Senhor.




Foto: Egi Santana/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Biblioteca