Bragantino se reabilita contra o Paraná e amplia vantagem na liderança da Série B - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

12 de outubro de 2019

Bragantino se reabilita contra o Paraná e amplia vantagem na liderança da Série B



Ytalo e Wesley fizeram os gols da equipe do interior paulista, cada vez mais próxima do acesso.

Após perder uma invencibilidade que durava cinco jogos na rodada passada ao ser derrotado pelo América-MG, por 2 a 0, o Bragantino fez jus ao fator casa para voltar a vencer e seguir tranquilo na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, cada vez mais próximo do acesso. Na tarde deste sábado, em partida válida pela 28ª rodada, o time paulista recebeu e venceu o Paraná por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid.

Com o resultado, o Bragantino aparece isolado na primeira colocação, com 57 pontos - oito mais que o segundo colocado Sport. Já o Paraná, mesmo com a derrota, segue na briga pelo G4, na sexta colocação, com 41 pontos.

No intervalo, o ex-volante Mauro Silva, que foi campeão mundial pela seleção brasileira em 1994, foi homenageado pelo Bragantino, onde atuou no final dos anos 80. Após a sua passagem por Bragança Paulista, ele atuou por mais de uma década no La Corunã, da Espanha. Atualmente ele é vice-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF).

O primeiro tempo foi de poucas chances para ambos os lados. Tanto que a primeira jogada de perigo do Bragantino saiu apenas aos nove minutos. Morato fez uma boa ação pela direita, cortou para o meio e bateu cruzado. Wesley ainda tentou desviar, mas a bola saiu rente a trave, animando a torcida dos donos da casa. Depois disso, a equipe mandante seguiu em cima, trocando passes no setor ofensivo mas só conseguia assustar em bolas alçadas na área.

O destino do jogo, porém, mudou aos 31 minutos, quando após uma confusão, o zagueiro Ligger, do Bragantino, e o atacante Jenison, do Paraná, foram expulsos após uma discussão e muitos empurrões envolvendo diversos jogadores. 

Com mais espaço em campo, não demorou para os donos da casa abrirem o placar. Aos 35 minutos, Wesley cruzou na medida para Ytalo, mandou a bola de voleio para o fundo das redes. Nos minutos finais, a partida seguiu movimentada, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial do mandante.

Diferente do primeiro tempo e mesmo em vantagem no placar, o Bragantino voltou para etapa final fazendo pressão na área adversária, na busca pelo segundo gol. Logo aos dois minutos, Rafael Carioca tabelou com Morato e chutou firme, obrigando o goleiro Thiago Rodrigues a fazer a defesa no susto. Já, aos 7, o próprio lateral-esquerdo soltou o pé de fora da área e mais uma vez parou no goleiro paranista.

Após tentar tanto, os donos da casa conseguiram ampliar o placar aos 39 minutos. Ytalo soltou o pé de fora da área e a bola explodiu na trave. No rebote, Wesley estava atento e pegou a sobra para bater de primeira e mandar a bola para o fundo das redes.

Nos minutos finais, o Bragantino apenas administrou o resultado e segurou a vitória pelo placar de 2 a 0. Outra fez, muita festa nas arquibancadas no Nabizão.

Os dois times já voltam a campo na próxima terça-feira para a disputa da 29ª rodada. No Estádio Durival Britto, o Paraná recebe o Brasil de Pelotas-RS, às 19h15. Um pouco mais tarde, às 21h30, o Bragantino joga mais uma vez no Nabi Abi Chedid para fazer um duelo paulista contra o Oeste.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 2 x 0 PARANÁ

BRAGANTINO - Júlio Cesar; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Barreto (Ricardo Ryller), Uillian Correia e Claudinho (Anderson Marques); Morato (Bruno Tubarão), Ytalo e Wesley. Técnico: Antonio Carlos Zago.

PARANÁ - Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui (Jhemerson) e João Pedro (Rafael Alemão); Judivan (Rafael Furtado), Bruno Rodrigues e Jenison. Técnico: Matheus Costa.

GOLS - Ytalo, aos 35 minutos do primeiro tempo, e Wesley, aos 34 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

CARTÕES AMARELOS - Ytalo e Ricardo Ryller (Bragantino) e Rodolfo (Paraná).

CARTÕES VERMELHOS - Ligger (Bragantino) e Jenison (Paraná).

RENDA - R$ 41.485,00.

PÚBLICO - 5.564 pagantes.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).



Foto: Reprodução/Twitter/@bragantino_real / Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Biblioteca