Núcleo Baiano de Animação oferece bolsas para oficinas de grafite e animação em Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Audima

11 de outubro de 2019

Núcleo Baiano de Animação oferece bolsas para oficinas de grafite e animação em Salvador




Já pensou em construir bonecos para filmes de animação? Esta é a proposta do curso “Construção de Puppets para Stop Motion”, que vai acontecer na próxima semana, entre os dias 16 e 20 deste mês, no Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), no centro histórico da capital baiana. 

A oficina, oferecida pelo Núcleo Baiano de Animação em Stop Motion (NUBAS), pretende iniciar os alunos nesta técnica, que vai desde a parte teórica para criação dos personagens até os exercícios práticos com a confecção de bonecos estruturados em arame e modelados em argila. O NUBAS está oferecendo 12 vagas, sendo que duas delas são para bolsistas, com o intuito de promover a equidade racial e de gênero.

Para se candidatar às vagas, os interessados devem acessar o site do NUBAS no seguinte endereço: http://nubas.com.br/oficina-construcao-de-puppets-para-stop-motion. As atividades realizadas durante as aulas serão a base para a compreensão das etapas de desenvolvimento de personagem na animação em stop motion. A equipe que vai ministrar o curso é formada pelo diretor, designer e escultor Joseph Specker Nys e o designer industrial e escultor Marcos Telles, realizadores do curta-metragem de animação “Almofada de Penas”. O filme, que ganhou o prêmio Rumos Itaú Cultural 2013-2014, teve sua estreia internacional no Annecy International Animation Film Festival, além de ter sido selecionado para mais de 30 festivais mundiais.

O NUBAS também está oferecendo 15 vagas, sendo cinco delas para bolsistas, para uma oficina de grafite. O curso, que acontece nos dias 23 e 24 de novembro, será ministrado pelo artista plástico e grafiteiro soteropolitano Éder Muniz, no Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab). Éder Muniz vai ensinar as técnicas do grafite e os procedimentos artísticos para a construção de um painel de rua. Para se candidatar a uma das vagas, os interessados devem acessar o site do NUBAS na internet: www.nubas.com.br.

O grafiteiro Eder Muniz, que mistura técnicas do grafite com artes plásticas, tem seu trabalho voltado para a ligação homem-natureza e muitas de suas obras podem ser vistas em muros espalhados por toda cidade de Salvador. Em 2000, o artista ajudou a fundar o movimento Calangos de Rua, um coletivo de artistas cujo objetivo é levar as artes plásticas a comunidades da capital baiana. 

Em 2005, participou do projeto Salvador Grafita e a partir daí foi convidado para dar palestras nos Estados Unidos e realizar workshops em universidades e ONGs na cidade de Nova York. Na metrópole norte-americana, Muniz realizou exposições e criou grandes murais em organizações e residências particulares. Participou também da criação do mural que conta a historia de um dos bairros da cidade, o Newark, conhecido pela diversidade de imigrantes, em particular, brasileiros. 

Além disso, trabalhou como arte-educador em diferentes escolas do Brooklyn e Queens, criando murais com os estudantes. Em 2008, viajou para a região da Sicília, na Itália, onde também participou de exposições e murais urbanos.

As oficinas fazem parte do projeto Labcine, que tem por objetivo democratizar o acesso à formação profissional em diversas áreas do setor audiovisual na Bahia, descentralizando o conhecimento e formando profissionais capacitados fora do eixo Rio/São Paulo. A iniciativa foi pensada como uma nova possibilidade para transmitir e aprofundar conhecimentos, desenvolver pesquisas e produzir conteúdo audiovisual em nosso estado. 

No mês de setembro deste ano, o NUBAS trouxe à Salvador a premiada diretora Vera Hamburger, que ministrou uma oficina de “Direção de Arte”, e o cineasta Guto BR, ganhador do Festival de Gramado 2019 na categoria Direção de Arte e dos prêmios de Melhor Animação Brasileira e Melhor Animação Documental pelo curta-metragem “Sangro”, no festival Anima Mundi, que ficou responsável pelo curso de “Storyboard”.

O projeto é uma realização do Núcleo Baiano de Animação e Stop Motion e Estandarte Produções com correalização do Sebrae/Ba e conta com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), vinculada à Secretaria de Tecnologia e Inovação e Governo da Bahia –, através do Edital 008/2016 – SUBVENÇÃO ECONÔMICA/PAPPE INTEGRAÇÃO, lançado em parceria com o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por intermédio da Finep. O apoio institucional é do Museu Nacional da Cultura Afro-brasileira (Muncab).

CONTATO PARA MAIS INFORMAÇÕES:

Cíntia Maria (71) 99276-8484
Juca Badaró (75) 99862-1871
(telefone e Whatsapp)



Fotos :: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->