Trânsito Calmo trará mais segurança viária à população de Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

9 de outubro de 2019

Trânsito Calmo trará mais segurança viária à população de Salvador



Detalhes do projeto foram apresentados na noite desta terça-feira (08) por ACM Neto e pelo titular da Transalvador, Fabrizzio Muller.



A Região de Trânsito Calmo (RTC) terá a Pituba como localidade-piloto, o novo conceito de intervenções viárias, é empregado em países como Estados Unidos, Canadá e Bélgica e tem como foco na segurança do trânsito de veículos e pedestres. Os detalhes foram apresentados na noite desta terça-feira (8) pelo prefeito ACM Neto e pelo titular da Transalvador, Fabrizzio Muller, em cerimônia realizada na Rua Ceará.

Também estiveram presentes na ação o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, Bruno Reis, autoridades e população. As obras de implantação do RTC já foram iniciadas e devem ser concluídas em torno de 90 dias. O conjunto de medidas consiste em uma série de obras de engenharia viária, que envolvem mudanças buscando a redução na velocidade do tráfego de veículos e o aumento da segurança de pedestres e ciclistas.

O prefeito afirmou que as ações promovidas pela administração municipal na área de trânsito têm o intuito de preservar vidas. “Está sendo feito esse projeto em toda essa região da Pituba, que terá mais de dez ruas inteiramente remodeladas e limitação do trânsito em 40km/h, valorizando principalmente o pedestre. Além das mudanças viárias, também são destaques no projeto a valorização do paisagismo, acessibilidade, sinalização, alargamento de passeios e o aumento da malha cicloviária”, elencou ACM Neto.

Fabrizzio Muller explicou que esse é um projeto que já vem sendo estudado há bastante tempo para cidade. “Havia um desejo de implementar essa ideia em uma região maior e foi escolhida a Pituba, por ser uma região que há um diálogo muito bom com esse conceito, em função do grande adensamento de pessoas e pelo bairro estar passando por um processo de requalificação dos espaços públicos, o que traz os cidadãos para a rua e, para isso, é preciso dar segurança aos pedestres, ciclistas e veículos”, relatou.

Alterações

Em algumas vias, como na Rua Minas Gerais, os passeios serão alargados nas interseções, onde serão implantadas faixas de pedestres elevadas. Com isso, o espaço de travessia será menor, garantido a proteção dos pedestres. Essa mudança nas calçadas coibirá também o estacionamento próximo às esquinas, infração prevista no Código de Trânsito Brasileiro (art. 181, I).

Muitas das intervenções que serão adotadas são de baixo custo e de rápida implantação, como a renovação e modernização das sinalizações horizontais e verticais. Também haverá a reformulação da geometria viária com o objetivo de disciplinar o tráfego em determinadas vias. 

Algumas rotatórias existentes, como as das ruas Amazonas, São Paulo e Ceará, serão readequadas para otimizar o fluxo. Aliado a isso, o projeto contempla também abrir o trânsito em algumas ruas.


Foto :: CorreiodaBahia / Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca