Dois homens e uma mulher são presos suspeitos de solicitar corridas e roubar motoristas de aplicativo em Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

12 de novembro de 2019

Dois homens e uma mulher são presos suspeitos de solicitar corridas e roubar motoristas de aplicativo em Salvador



Suspeitos foram presos no bairro do Trobogy, em Salvador. Segundo a Ampaba, mais de 1.300 motoristas por app foram assaltados no primeiro semestre deste ano, na capital baiana.


Dois homens e uma mulher foram presos suspeitos de solicitar corridas em transporte por aplicativo, no bairro de Trobogy, em Salvador. Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o trio também traficava drogas e extorquia dinheiro.

Segundo informações da SSP, Aline Costa Silva, de 26 anos, atraía as vítimas através do aplicativo de transporte e assaltava os motoristas junto com Paulo Alberto Aquino da Silva, de 28, e Iago Freitas da Silva, de 26. O trio foi encontrado na segunda-feira (11) por policiais da 50ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sete de Abril).

De acordo com o órgão, os suspeitos foram presos após serem abordados enquanto estavam em um carro. Os policiais apreenderam com o trio cerca de R$ 3 mil, um revólver calibre 32, 72 porções de maconha, 21 embalagens de cocaína, uma folha de cheque, um dólar e sete aparelhos celulares.

O trio foi autuado em flagrante por roubo, porte ilegal de arma e tráfico de entorpecentes, e depois foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

Roubos em Salvador

Segundo informações da Associação de Motoristas Profissionais de Aplicativos da Bahia (Ampaba), mais de 1.300 motoristas foram assaltados no primeiro semestre deste ano, em Salvador. Uma média de sete assaltos por dia.

O representante comercial Lucas Silva faz serviços de motorista por aplicativo há um ano na capital baiana e foi assaltado duas vezes, além de ter passado por um sequestro relâmpago.

"Não tem horário [para acontecer os assaltos]. Nós [motoristas por aplicativos] temos um jargão que 'tem corrida que é susto', porque infelizmente acontecem essas situações", lamentou Lucas.

O sequestro relâmpago aconteceu no bairro de Itapuã. Lucas foi liberado após 2h30, na região da San Martin, e teve o celular e dinheiro roubados.

"Foi em um dia de domingo, de tarde. Peguei os passageiros, quatro meliantes, que me levaram até a San Martin, fiquei por volta de 2h30 em poder deles", lembrou o motorista por aplicativo.



Fotos :: Divulgação/SSP-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->