Renato Gaúcho nega clima de revanche contra o Flamengo e elogia Jorge Jesus - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Audima

15 de novembro de 2019

Renato Gaúcho nega clima de revanche contra o Flamengo e elogia Jorge Jesus



Treinador conversou com a imprensa nesta sexta-feira e projetou o reencontro com o time carioca.

Após a humilhante eliminação na semifinal da Libertadores, o Grêmio reencontra o Flamengo no próximo fim de semana, mas desta vez o duelo é válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.Diante da expectativa que o confronto gera pelos lados do Tricolor, o técnico Renato Gaúcho chamou a responsabilidade e apareceu na sala de imprensa para conversar e mandar um recado ao torcedor.

Questionado se havia algum tipo de revanche ou se estava engasgado com o Flamengo por conta do torneio continental, Renato não fugiu da resposta e colocou pano quente para o confronto.

'Não. Nós estamos entalados com o nosso desempenho. O Flamengo fez a parte dele. O Flamengo jogou futebol como fez isso muito bem nos últimos cinco meses. Nos atropelou porque demos oportunidade. Não está entalado não. Nós é que infelizmente não estivemos numa noite que a gente costuma estar em uma semifinal de Libertadores. O Flamengo fez o que vinha fazendo, jogou futebol, aproveitou as oportunidades e venceu. Não tem nada de revanche agora pelo Brasileiro. Espero que minha equipe esteja numa noite melhor do que aquela no Maracanã. Uma tarde, melhor dizendo, do Gre-Nal, que jogamos bem. Nada de revanche', declarou.

Em relação a Jorge Jesus, Portaluppi foi sincero ao avaliar o comandante português e elogiou o trabalho do comandante adversário e fez menção a Jorge Sampaoli, que também se destaca no Santos.

'Os dois estrangeiros são competentes. Até o ano passado tivemos outros estrangeiros aqui no Brasil que não estiveram tão bem. Não significa que não sejam bons. Às vezes não têm sucesso no trabalho não porque são ruins. Tem espaço para todo mundo. Cada um mostra seu trabalho. Jesus vem fazendo um belíssimo trabalho, Sampaoli no Santos. Tem que dar os parabéns. Como outros treinadores brasileiros têm sucesso nos seus clubes. Não vejo lado de ciúmes. Não vejo por isso. Tem espaço para todo mundo. Quem é competente é competente, no futebol ou fora dele. A competência no trabalho mais cedo ou mais tarde vai aparecer', finalizou.



Foto :: Divulgação/Lucas Uebel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->