Progressão de pena de Geddel fica ameaçada após empresa desistir contratar ex-ministro - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

15 de fevereiro de 2020

Progressão de pena de Geddel fica ameaçada após empresa desistir contratar ex-ministro



Segundo a distribuidora de combustíveis que iria contratar o ex-ministro, o motivo da desistência seriam problemas financeiros.



A distribuidora de combustíveis Soll, localizada em Salvador, desistiu de propor ao ex-ministro Geddel Vieira Lima uma vaga de emprego no cargo de assessor da diretoria administrativa. Segundo a empresa, o motivo do cancelamento da oferta seriam problemas financeiros para fechar a contratação.

Com isso, a progressão de pena de Geddel, que foi preso em setembro 2017, após a Polícia Federal encontrar malas contendo R$ 51 milhões em um apartamento atribuído a ele, na capital baiana, fica sob ameaça, visto que um trabalho regular é condição necessária para o regime semiaberto.

Em outubro de 2019, Geddel foi condenado a 14 anos e 10 meses pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. Ele atualmente cumpre pena em regime fechado no Centro de Observação Penal do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador.



Foto :::: Veja-Abril / Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->