Testes rápidos para DSTs serão realizados durante o Carnaval de Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

12 de fevereiro de 2020

Testes rápidos para DSTs serão realizados durante o Carnaval de Salvador




Os testes poderão ser feitos em dois postos montados nos circuitos: um na Rua Dias D’Ávila, próximo ao Farol da Barra (Circuito Dodô), das 10h às 22h, e outro na Praça da Piedade (Circuito Osmar), das 9h às 21h



Os foliões que forem curtir o Carnaval podem, a partir da quinta-feira (20), realizar gratuitamente testes rápidos de detecção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como o HIV, sífilis e hepatites B e C, em até 30 minutos. O atendimento será realizado por uma equipe de médicos, enfermeiros, bioquímicos, psicólogos e assistentes sociais, e segue até o dia 25 de fevereiro.

A iniciativa faz parte do projeto Fique Sabendo, da Prefeitura através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e funcionará em dois postos montados na Rua Dias D’Ávila, próximo ao Farol da Barra (Circuito Dodô), das 10h às 22h, e outra na Praça da Piedade (Circuito Osmar), das 9h às 21h.

Além disso, cerca de 3 milhões de preservativos serão distribuídos durante todo o período da folia. Dez módulos assistenciais espalhados pelos dois circuitos da festa momesca, realizando a distribuição de preservativos.

“É importante lembrar que essa assistência é oferecida durante todo o ano, das 134 Unidades Básicas de Saúde que temos no município, 120 realizam testes rápidos. Em festas como Carnaval, a ação é intensificada”, afirma a coordenadora de DSTs do município, Daniela Cardoso.

Ela lembra ainda que essas ações de intensificação são importantes para ter um incremento de suporte preventivo. “Vacinação, preservativo interno e externo, são algumas das formas de se prevenir”.

Balanço

Em 2019, cerca de 3 mil pessoas fizeram os testes nas unidades que funcionaram durante a folia momesca. No total, 17 indivíduos tiveram resultados positivos para Hepatites, 26 para HIV e 206 para Sífilis.

Os pacientes reagentes para sífilis iniciaram o tratamento no próprio circuito da folia com a aplicação da primeira dose do antibiótico. Já os usuários com sorologia positiva para outras ISTs foram encaminhados para unidades de referência da Prefeitura de Salvador para tratamento gratuito integral.



Foto: Divulgação / EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->