Rodoviária de Salvador fecha nesta sexta; veja medidas que começam a valer na Bahia por causa do coronavírus - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

QRCode

20 de março de 2020

Rodoviária de Salvador fecha nesta sexta; veja medidas que começam a valer na Bahia por causa do coronavírus



Situação é reflexo de um decreto do governo do estado para evitar a proliferação e contaminação da Covid-19.



O Terminal Rodoviário de Salvador será fechado nesta sexta-feira (20). A medida ocorre por causa do decreto do governo da Bahia que suspendeu o transporte intermunicipal em quatro cidades e determinou o fechamento total do terminal da capital baiana, como prevenção a pandemia do coronavírus. A determinação é válida pelos próximos 10 dias. [Veja outras medidas adotadas abaixo]

A última saída do terminal de Salvador para outras cidades da Bahia ocorreu 23h59 de quinta-feira (19).

Apesar disso, quem passou pelo local na manhã desta sexta, ainda encontrou movimentação no terminal, pois os últimos coletivos intermunicipais estão previstos para chegada até as 9h, quando ainda será permitida apenas a entrada dos ônibus. Após isso, a unidade será fechada totalmente.

A medida do governo, quanto ao transporte intermunicipal, afeta também Feira de Santana, Porto Seguro e Prado, cidades que têm casos confirmados da doença.

Na manhã desta sexta-feira, a movimentação também era bastante tranquila e de poucos passageiros em Porto Seguro, devido aos ônibus que ainda poderiam chegar no terminal até 9h.

O decreto do governo proíbe ainda, a partir desta sexta, a saída e chegada de ônibus do Terminal de Bom Despacho (município de Itaparica) para qualquer cidade da Bahia. A medida começou a valer à 0h desta sexta-feira (20).

Também nesta sexta, os sistemas de travessia pelas lanchas e ferry boat operam em horários reduzidos.

Além disso, aos finais de semana e feriados, as operações serão completamente suspensas – medida aplicada diariamente para as travessias marítimas para Madre de Deus, Morro de São Paulo e Barra Grande e para os transportes de turismo.

Também a partir de sexta, e por 10 dias, o transporte hidroviário para Morro de São Paulo e Barra Grande, será suspenso, conforme informado no decreto da situação de emergência publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (19) e anunciado pelo governador Rui Costa.

Outras medidas que já valem

Fechamento de escolas

Estão suspensas, desde quinta-feira (19), as aulas nas escolas estaduais e da rede privada em todos os municípios da Bahia.

Suspensão de eventos que reúnam mais de 50 pessoas

Os eventos e as atividades que reúnam mais de 50 pessoas nas cidades baianas, ainda que previamente autorizados, estão suspensos, como eventos desportivos, religiosos, shows, feiras, circos, eventos científicos, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica.
Ficam suspensos a abertura e o funcionamento de zoológicos, museus, teatros e afins.

Higienização do transporte público

Estado da Bahia e o Município de Salvador publicaram decreto determinando, em caráter de urgência, a estratégia de higienização especial nos transportes públicos. A medida visa intensificar a prevenção contra a Covid-19 nos ônibus urbanos, metropolitanos, intermunicipais, interestaduais, metrô, trens, ferry boat e lanchas que fazem a travessia Salvador/Mar Grande.

Suspensão de recadastramento de servidores inativos e pensionistas

Ficam suspensos, no âmbito do Estado da Bahia, as atividades de recadastramento de servidores inativos e pensionistas que fazem aniversário nos meses de março, abril e maio.

Barreiras nas estradas e aeroportos

Ficou estabelecida a medição da temperatura das pessoas que chegam ao estado da Bahia pelos aeroportos, rodoviárias de Salvador e de Feira de Santana, e rodovias federais que dão acesso, principalmente, aos passageiros que vêm de São Paulo e Rio de Janeiro. Serão instalados postos avançados na BR-116, BR-101 e na BR-242, que ligam a Bahia ao centro-oeste do país. Caminhões e ônibus serão parados para que a medição da temperatura dos passageiros seja realizada. Aqueles que apresentarem temperatura elevada ou febre não terão a entrada permitida no estado, exceto se forem baianos, recebendo orientações específicas.

Outras medidas que começarão a valer na próxima semana

Alteração no funcionamento da Rede SAC

A partir da próxima segunda-feira (23), o atendimento do SAC será suspenso em seis cidades da Bahia: Salvador, Feira de Santana, Prado, Porto Seguro, Lauro de Freitas e Simões Filho. Apesar disso, as outras cidades que não estão nessa lista, e que têm uma unidade da rede, continuará aberto, mas funcionará apenas mediante agendamento. Por isso, o cidadão que precisar de atendimento deve acessar o SAC Digital.

Medidas anunciadas, mas sem datas para ocorrer

Reabertura do Hospital Espanhol

Solicitada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e autorizada pela justiça federal, a ocupação temporária do Hospital Espanhol servirá para utilização durante o período de crise na saúde pública causada pela pandemia do Covid-19. O primeiro hospital para atendimento em Salvador segue sendo o Couto Maia, em Cajazeiras. Após vistoria técnica nesta quarta (18), o Hospital Espanhol passará por alguns reparos e em breve estará disponível para atendimento de casos da doença.

Suspensão de voos da Bahia para RJ e SP

O governador Rui Costa anunciou, nesta quarta-feira (18), que vai solicitar às agências nacionais de Aviação Civil (Anac) e de Vigilância Sanitária (Anvisa) a suspensão, em caráter emergencial, de voos saindo ou chegando de aeroportos baianos para o exterior e para cidades brasileiras com casos de contaminação comunitária, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Outras ações

Está suspenso o atracamento de cruzeiros e outras embarcações de passageiros de grande porte na Bahia a partir de terça-feira (17).
Policiais da reserva poderão ser convocados para fiscalização das medidas restritivas definidas pelo Governo do Estado.

Trabalho remoto

Servidores que tenham 60 ou mais anos de idade, histórico de doenças respiratórias e doenças crônicas ou que utilizam medicamentos imunossupressores, além das servidoras grávidas, passarão a trabalhar remotamente. A regra não é válida para funcionários que desenvolvam atividades de indispensável continuidade e/ou servidores da área de saúde.

Viagens suspensas

Ficam suspensas as viagens de servidores estaduais a serviço do Governo do Estado para o exterior ou o deslocamento no território nacional para áreas de evidências de infecção comunitária sustentável.

Diagnóstico de casos da doença

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) adquiriu um painel que testa os 21 principais vírus respiratórios no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).
A capacidade atual é de 300 diagnósticos por dia.
O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-Ba) passou a funcionar 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana.
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) adquiriu o genoma viral do Covid-19 nos Estados Unidos e passou a realizar os testes no estado, sem a necessidade de contraprova no laboratório de referência nacional, que é a Fiocruz no Rio de Janeiro.

Assistência

Total de 570 leitos de UTI em 20 regiões de saúde, que poderão receber pacientes por demanda espontânea ou por demanda regulada.
Total de 1.723 leitos clínicos em 20 regiões de saúde, que poderão receber pacientes por demanda espontânea ou por demanda regulada.
A fim de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como o novo coronavírus, H1N1, H3N2 e Influenza B, as autoridades sanitárias municipais e estadual vem sensibilizando a sociedade sobre a importância da higiene regular das mãos e ratificando a necessidade de cumprimento da Legislação Estadual nº 13.706/2017, que determina a disponibilização de dispensadores de álcool em gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população.



 Foto: Renan Pinheiro / TV Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->