Com reabertura, Hospital Espanhol em Salvador utiliza túnel de desinfecção criado pelo Senai - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

23 de abril de 2020

Com reabertura, Hospital Espanhol em Salvador utiliza túnel de desinfecção criado pelo Senai



“Túnel de Desinfecção” foi criado para evitar contaminação de profissionais da saúde



Depois de passar mais de cinco anos fechado, o Hospital Espanhol foi reaberto, na quarta-feira (22), para servir de espaço para o tratamento de mais pacientes vítimas do novo coronavírus. Além dos 220 leitos, sendo 140 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 80 leitos clínicos, o hospital voltou com um equipamento inovador para a segurança dos profissionais de saúde. Trata-se do “Túnel de Desinfecção”.

Criado pelo Senai Cimatec, o túnel passou a ser utilizado como forma de evitar contaminação de médicos, enfermeiros e auxiliares para pacientes. Desenvolvido com alumínio, o equipamento conta com tubulação de PVC e bicos aspersores, que realizam nebulização de uma solução de hipoclorito, uma substância geralmente utilizada para branquear roupas.

“O profissional de saúde, ao final do seu turno de trabalho, antes de sair do hospital, passa pelo túnel, que é um corredor de 2,5 metros, ainda com o Equipamento de Proteção Individual, para que possa retirar este EPI com uma maior margem de segurança”, explica Luis Alberto Breda, diretor de Operações do Senai Cimatec.

De acordo com o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, o equipamento tem um papel de grande importância no processo de combate ao novo coronavírus. “O túnel de desinfecção é uma solução prática e inovadora para fornecer mais segurança para as equipes de saúde que estão tratando os pacientes”, diz.

Todo o material foi desenvolvido sob supervisão do infectologista Roberto Badaró, pesquisador chefe do Instituto de Tecnologia da Saúde do Senai Cimatec.



Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->