Confira as cidades da Bahia que retomaram o funcionamento do comércio - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

24 de abril de 2020

Confira as cidades da Bahia que retomaram o funcionamento do comércio




Mais de 10 cidades já autorizaram a reabertura do comércio após adotar a suspensão das atividades como medida de proteção. No entanto, maioria anunciou restrições.



Mais de 10 cidades baianas já autorizaram a reabertura do comércio local após adotar a suspensão das atividades como medida de proteção contra o coronavírus. A maioria, no entanto, anunciou restrições e horários limitados para o funcionamento das lojas.

De acordo com o levantamento feito, as cidades que que autorizaram a reabertura do comércio local foram: Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Eunápolis, Feira de Santana, Itabela, Jacobina, Ribeira do Pombal, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valente e Vitória da Conquista.

Confira as restrições anunciadas pelas prefeituras:

Alagoinhas: Os estabelecimentos comerciais retomaram suas atividades com horários reduzidos, das 8h às 14h. Os bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar das 8h às 21h.

Amargosa: As lojas podem ser reabertas, contanto que se comprometam a disciplinar a entrada nos estabelecimentos, formação de filas e forneçam também EPIs de proteção aos funcionários. Os estabelecimentos de Amargosa não podem realizar ações promocionais que promovam direta ou indiretamente aglomeração.

Barreiras: O comércio funciona normalmente. Bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar até as 20h. Após esse horário, poderão funcionar internamente através de delivery ou drive thru. A medida só mantem a suspensão dos clubes sociais de esportes e recreação, cinemas, academias e casas de espetáculo.

Feira de Santana: A prefeitura autorizou o funcionamento das lojas do comércio e de serviços que tenham até 200 m² de área. Shoppings, galerias, instituições de ensino, restaurantes e bares, seguem fechados.

Eunápolis: As lojas também estão orientadas a adotar medidas de higiene pessoal e organizar as pessoas com distância de, no mínimo, 1,5 m entre elasa. Os estabelecimentos que não cumprirem as normas previstas no decreto podem pagar multas e ter o alvará cassado.

Itabela: O comércio em geral pode funcionar de 8h às 14h. Bares, pizzarias e restaurantes, das 14h às 20h, sem utilização de sistema de som.

Jacobina: O comercio deve disponibilizar mascaras para todos os colaboradores e álcool em gel. A distância mínima nas filas, deve ser de 2 metros.

Ribeira do Pombal: As lojas podem abrir das 8h às 14h. As lojas também estão sendo orientadas a adotar todas as medidas preventivas de higiene e segurança.

Serrinha: A Prefeitura autorizou retorno de comércio com operação de 50% da capacidade de atendimento. Também é obrigatório uso de máscara para funcionários e clientes e disponibilização do álcool em gel.

Teixeira de Freitas: O comércio varejista está funcionando na condição de cumprirem as normas de higiene e segurança. Os restaurantes, lanchonetes, delicatessen/conveniências (postos de combustível), bares, trailers, barracas e similares devem funcionar, preferencialmente, no sistema Drive Thru ou delivery. É proibida a comercialização de bebidas, alcoólicas ou não, para consumo em balcão ou em mesas dispostas em calçadas. Atividades como salões de beleza e barbearias que atenderem de forma individualizada, podem funcionar com horário agendado e sem pessoas em sala de espera.

Valente: Os estabelecimentos podem funcionar das 8h às 17h. A medida não é válida para bares, quiosques e academias. As lojas devem oferecer em seus espaços de atendimento álcool em gel, reduzir funcionários para atendimento equipados com EPIs de proteção (luvas e máscaras) e adotar o atendimento escalonado dos clientes com distância mínima de um metro.

Vitória da Conquista: Entre os serviços com atendimento normal estão o de assistência médica e hospitalar e atividades da saúde, mercados, feiras livres, distribuidoras de gás, serviços de energia elétrica, de água, de esgoto e de lixo. Também funcionam as clínicas veterinárias, lojas de produtos agropecuários, bancos, lotéricas e cooperativas de crédito, postos de combustível, lojas de autopeças e oficinas mecânicas, hotéis e pousadas e lojas de material de construção.



Foto: ACM / Prefeitura de Feira de Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->