Ex-presidente da Câmara Municipal no sul da Bahia é denunciado por corrupção, peculato e fraude - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

14 de abril de 2020

Ex-presidente da Câmara Municipal no sul da Bahia é denunciado por corrupção, peculato e fraude



Por esses dois últimos crimes, além de corrupção ativa, MP-BA também denunciou os empresários Aêdo Laranjeira de Santana, Alfredo Cabral de Assis e Cleomir Primo Santana.



O ex-presidente da Câmara Municipal de Ilhéus, Josevaldo Viana Machado, foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por corrupção passiva, peculato e fraude em contratações diretas, feitas sem a devida licitação. A informação foi divulgada na terça-feira (13).

Por peculato e fraude, além de corrupção ativa, o MP-BA também denunciou os empresários Aêdo Laranjeira de Santana, Alfredo Cabral de Assis e Cleomir Primo Santana. A denúncia foi realizada através da Operação Xavier.

Segundo a acusação, Josevaldo Machado recebeu dos empresários cerca de R$ 25,7 mil em propina decorrente de contratos superfaturados realizados em 2013 e 2014, quando presidiu a Câmara Municipal.

Conforme a denúncia, o ex-presidente da Câmara recebeu, pelo contrato celebrado em 2014, o valor de R$ 14 mil da empresa SCM Serviços e Consultoria Contábil, de Aêdo e Cleomir Santana, em quatro parcelas de R$ 3,5 mil. Já a Contábil Contabilidade e Informações Ltda., de Alfredo Assis, pagou R$ 11,7 mil a Josevaldo Machado em quatro parcelas, para contratar os serviços da empresa nos anos de 2013 e 2014 pelo valor superfaturado de R$ 430 mil.

Os promotores informaram que os valores pagos a este título foram desviados dos cofres públicos por meio de superfaturamento, configurando deste modo os crimes seriados de peculato.



Foto :::: Reprodução MP-Ba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->