Ilhéus e Itabuna podem sofrer 'lockdown' e pessoas serem proibidas de andar nas ruas, avisa Governador Rui Costa (PT) - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

24 de abril de 2020

Ilhéus e Itabuna podem sofrer 'lockdown' e pessoas serem proibidas de andar nas ruas, avisa Governador Rui Costa (PT)




Com o aumento exponencial de casos de coronavírus nas cidades de Ilhéus e Itabuna, no sul da Bahia, o governador do estado afirmou nesta sexta-feira (24/4) que poderá exigir um "lockdown" em ambos os locais, que é o que acontece quando nenhuma pessoa pode sair às ruas em um município, por exemplo. Rui Costa também falou de novas medidas para a capital baiana, incluindo a instalação de câmaras que medem a temperatura no metrô.

O petista afirmou que pretende editar um decreto estadual proibindo a circulação total de pessoas nas ruas de Ilhéus e Itabuna, caso o aumento do número de casos continue intenso até domingo (26/4). “Se isso não for feito, haverá dezenas de mortes em Ilhéus e Itabuna. Não há condição de manter essa taxa de 20% e até 30% de crescimento de casos em um dia”, alertou, durante o programa Papo Correria, transmitido nas redes sociais do governador.

Em Salvador, o governo irá instalar câmeras para medição de temperatura nas estações do metrô. Com isso, as pessoas que forem consideradas febris, ou seja, com temperatura maior que 37º, não poderão embarcar. Os equipamentos, que conseguem analisar vários cidadãos ao mesmo tempo e já foram adquiridos, têm início de funcionamento previsto para a próxima semana.

Outra novidade apresentada é a implantação de túneis de desinfecção, projetados e desenvolvidos pelo Senai Cimatec, em mais unidades de saúde. O equipamento faz uma limpeza completa nos profissionais de saúde após o plantão e já está sendo utilizado no Hospital de Espanhol, além de um outro instalado no Hospital Couto Maia. Segundo o governador, os três próximos equipamentos serão instalados no Hospital Costa do Cacau, Hospital de Base em Itabuna e Santa Casa, também de Itabuna.

"DELAÇÃO PREMIADA"

Rui Costa aproveitou a transmissão ao vivo para comentar as declarações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, dizendo que elas configuram, praticamente, uma delação premiada. “Saiu afirmando que o Presidente da República quer botar na superintendência da Polícia Federal pessoas para quem ele possa ligar e obter informações sobre investigações que estão em andamento e interferir. Isso é gravíssimo. É uma confissão de que o presidente pretende cometer crime de responsabilidade”, disse.



Crédito da Foto: divulgação/Secom Gov-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->