Tradição de 90 anos em Serrinha, Procissão do Fogaréu não acontecerá este ano - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

9 de abril de 2020

Tradição de 90 anos em Serrinha, Procissão do Fogaréu não acontecerá este ano

 


Pela primeira vez na história a Procissão do Fogaréu, realizada anualmente em Serrinha, município localizado no território do sisal e reconhecida este ano como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado, foi cancelada devido à pandemia do novo coronavírus.



A procissão, que acontece desde 1930, retrata a prisão de Jesus no Monte das Oliveiras ao ser encontrado pelas tropas romanas e neste mesmo ato, fiéis católicos, turistas e demais pessoas seguem pelas ruas da cidade no percurso de aproximadamente 4 km, partindo da Catedral e cruzando todo centro da cidade até a subida da colina sagrada onde fica imagem de Senhora Sant’Anna.

A caminhada de fé que faz parte da História do povo de Serrinha e atrai um grande número de visitantes de outras cidades da Bahia, pela primeira vez não terá a presença dos fiéis com as suas velas e tochas entoando cânticos penitenciais e orações, revivendo os mistérios da paixão, morte e ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo.

Em um vídeo publicado na rede social da Diocese na semana passada, o bispo Dom Ottorino Assolari, informou aos fiéis que a Missa da Ceia do Senhor será celebrada na Catedral às 19h desta quinta-feira, 09, e será transmitida pelas redes sociais e rádio Continental 1330 AM, em seguida, fará o percurso da procissão em um carro aberto carregando um crucifixo. “Quero convidar as pessoas que moram nas ruas por onde costuma passar a procissão a ficarem na frente das suas casas, pois iremos passar abençoando as famílias”, informou o bispo.

Dom Ottorino irá até o Alto da Colina onde está a imagem de Senhora Santana, padroeira de Serrinha e da Diocese como faz todos os anos. Ele fará um momento de reflexão e deixará uma mensagem que será transmitida pelas redes sociais da Paróquia da Catedral.

Na sexta feira Santa, o bispo diocesano também percorrerá algumas ruas de Serrinha em carro aberto abençoando as famílias já que neste dia também não haverá a tradicional via sacra para o Monte.

Em contato com o CN, Jorge Gonçalves de Oliveira, membro da igreja católica, comunicólogo e vereador de Serrinha, lembrou que a procissão do fogaréu, foi introduzida pelo Padre Carlos Olímpio Silvio Ribeiro há nove décadas.

“A multidão que todos os anos participa com as suas velas e tochas formando um tapete luminoso pelas ruas da cidade até o alto da Colina da Santa, desta vez não poderá participar da caminhada penitencial. Diante da grave pandemia do coronavírus, todas as atividades da semana santa estão sendo realizadas sem a presença dos fiéis, seguindo as orientações das autoridades públicas e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB”, lembrou Jorge Gonçalves.




Fotos ::::: Raimundo Mascarenhas / Reprodução Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->