Anthony Johnson já tinha sido detido em 2014 após socar a mãe de seus filhos. No caso mais recente, ele pegou a namorada pelo pescoço - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

3 de maio de 2020

Anthony Johnson já tinha sido detido em 2014 após socar a mãe de seus filhos. No caso mais recente, ele pegou a namorada pelo pescoço



Aposentado, lutador Anthony Johnson já foi preso por violentar ex-mulher.




Mais um lamentável caso de violência doméstica foi registrado envolvendo um lutador. Na última segunda-feira (6), Anthony Johnson - ex-atleta do UFC e ex-desafiante ao título meio-pesado da organização - foi detido após ser acusado de ter violentado sua namorada.

De acordo com informações do site TMZ Sports , o lutador americano admitiu ter "agarrado" a mulher - que não teve seu nome revelado -, mas disse que não teve a intenção de machucá-la.

A mulher envolvida no caso não apresentava sinais de ferimento que fossem visíveis, todavia, os policiais concluíram que a atitude tomada por Johnson foi "suficiente" para justificar sua prisão.

Segundo relatório obtido pelo TMZ Sports , uma mulher teria ligado para a polícia relatando ter discutido com o namorado. O documento cita que ela teria começado a arrumar os pertences de Anthony para expulsá-lo de casa, até que o lutador a segurou com força, levando-a para um outro quarto. A mulher ainda citou ter ficado com medo de Johnson, devido ao "tamanho do atleta e sua experiência com artes marciais".

Vale ressaltar que, em 2014, Anthony Johnson também foi preso acusado de violência doméstica e, inclusive, chegou a receber suspensão temporária do UFC após uma mulher, que se identificou como a mãe dos dois filhos do lutador, acusar o atleta de tê-la agredido no rosto, perdendo dois dentes por conta da agressão.

Com 35 anos e um cartel de 22 vitórias e seis derrotas no MMA, Johnson está aposentado do MMA desde 2017, quando foi derrotado por Daniel Cormier no UFC 210, em disputa de cinturão nos meio-pesados. Em sua carreira, o lutador contabiliza triunfos sobre Glover Teixeira, Ryan Bader, Alexander Gustafsson, Rogério Minotouro, entre outros.



Fonte: Esporte - iG / Foto ::: Repdorução 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->