Doze pessoas são detidas e um veículo é apreendido durante carreata em Aracaju/SE - Observador Independente

Acontecendo

QRCode

18 de maio de 2020

Doze pessoas são detidas e um veículo é apreendido durante carreata em Aracaju/SE




Segundo SSP, evento contraria orientação de decreto estadual que orienta distanciamento social como medida de combate ao avanço no novo coronavírus.



A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) , informou, no início da noite deste domingo (17), que montou uma operação com objetivo de evitar que uma carreata prevista para ser realizada na tarde deste domingo (17) em vias públicas de Aracaju acontecesse.

Segundo a SSP, a carreata foi organizada nas redes sociais e tinha como objetivo cobrar a reabertura do comércio no estado, contrariando o decreto governamental que orienta o distanciamento social como medida de enfrentamento ao avanço do coronavírus no estado de Sergipe. Na última semana, o Ministério Público já havia oficializado a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, a atuação da polícia na identificação dos organizadores do evento.

A SSP informou que polícia agiu preventivamente com base em decreto governamental que proíbe o ato e também em disposições previstas em artigos do Código Penal. Atuou também com base em recomendação do Ministério Público e de ação civil pública que manda impedir aglomerações e carreatas. Foi apreendido um caminhão de som irregular, com documentação atrasada. O veículo seria utilizado na condução da carreata.

Ainda de acordo com a SSP, nas proximidades da Secretaria de Estado da Educação, houve uma grande aglomeração de pessoas com seus carros, prontas para saírem em carreata. Os policiais seguiram para o local e abordaram os veículos, cujos proprietários estavam com camisas, faixas e panfletos.

Ao todo, 12 pessoas foram conduzidas para a 1a Delegacia Metropolitana, que funcionou no sistema de plantão para atender esse tipo de demanda. Eles foram ouvidos em termo de ocorrência circunstanciado e responderão pelo crime de desobediência. Foram instaurados os procedimentos e todos irão responder na Justiça. Logo depois que prestaram depoimentos, foram liberados por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo.

A SSP ainda alertou que o artigo 268 do Código Penal prevê que "infringir determinação do Poder Público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa" também é crime, haja vista que existe um decreto governamental que proíbe as carreatas.


Não foi possível localizar nenhum dos envolvidos para falar sobre o assunto.



Imagem :::: Reprodução 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->