Hospital montado em hotel de Lauro de Freitas começa a funcionar nesta sexta - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

1 de maio de 2020

Hospital montado em hotel de Lauro de Freitas começa a funcionar nesta sexta



Hospital Riverside possui 110 leitos clínicos. Unidade será ocupada mediante encaminhamento da Central Estadual de Regulação, o que significa que não receberá pacientes por demanda espontânea.



O hospital de campanha montado no Hotel Riverside, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, começa a funcionar nesta sexta-feira (1]), quando chegam os primeiros pacientes. Unidade abrigará pacientes com diagnóstico de Covid-19 e casos suspeitos.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que o Hospital Riverside é uma unidade de retaguarda, que possui 110 leitos clínicos. A unidade será ocupada mediante encaminhamento da Central Estadual de Regulação, o que significa que não receberá pacientes por demanda espontânea.

O governador Rui Costa e o secretário da Saude, Fabio Vilas-Boas, visitaram a unidade na quinta-feira (30)

Segundo o governador, a unidade vai funcionar como um Centro de Atendimento Clínico.

“Aqui serão atendidos pacientes que chegam ainda com a situação de saúde menos preocupante e pacientes que já saíram da UTI e estejam já em recuperação. O paciente quando sai da UTI, não vai direto para casa. Ele tem que passar por um leito clínico, para ficar plenamente recuperado e ser liberado para voltar para casa", disse.

Caso haja um agravamento do quadro clínico dos pacientes durante o internamento, eles serão estabilizados e regulados para unidades de maior complexidade, a exemplo do Instituto Couto Maia, Hospital Geral Ernesto Simões ou Hospital Espanhol, por exemplo.

O imóvel do Riverside foi adquirida pelo governo do estado em 2019 e, por se tratar de um hotel, passou por adequações estruturais para ser transformada em uma unidade hospitalar. os investimentos foram superior a R$ 2,2 milhões.

Na terça-feira (5), a Sesab informou que começarão a funcionar os hospitais Santa Clara, em Salvador, e o Hospital das Clínicas de Vitória da Conquista. Juntas, as três unidades oferecem 209 leitos para pacientes infectados pela Covid-19.

O Hospital das Clínicas, em Vitória da Conquista, vai oferecer 20 leitos de UTI e mais 20 de enfermaria. Em Salvador, o Hospital Santa Clara terá oito leitos de UTI e mais 40 leitos de retaguarda clínica.

O superintendente da Fundação da Associação Bahiana de Medicina (Fabamed), José Saturnino Rodrigues, responsável pela administração dos hospitais Riverside e Santa Clara, diz que as duas unidades juntas vão operar com cerca de 400 funcionários, sendo 360 pessoas no corpo de enfermagem, técnicos, limpeza e segurança e outros 40 médicos de diversas especialidades.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, estes novos leitos ampliarão a capacidade de absorver pacientes que necessitem de internação. “Hoje, dos 785 leitos disponíveis do Sistema único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 276 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 35%. Progressivamente vamos abrir novos leitos, como esses 209, mediante o aumento da demanda por internação”, afirma.

Descentralização da testagem

Além da inauguração do Hospital das Clínicas, Vitória da Conquista também vai realizar testes para detectar o coronavírus. Segundo a diretora-geral do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), Arabela Leal, com a atualização do protocolo da máquina que já faz a testagem de HIV em Conquista, será possível fazer mais de 90 testes da Covid-19 de uma só vez.

A coordenadora técnica do Núcleo Regional de Saúde do Sudoeste, Karoline Rebouças, conta que a unidade recebe uma média diária de 30 a 50 testes, provenientes de 74 municípios. “Não vamos mais enviar para o Lacen de Salvador. Hoje, as nossas coletas enviadas para Salvador demoravam até sete dias para ter o resultado. Agora, teremos resultados em até 48 horas”, falou.



Foto: Gabriele Gomes/Ge.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->