Monitor de Secas aponta fim da seca em parte de Sergipe em abril - Observador Independente

Acontecendo

QRCode

23 de maio de 2020

Monitor de Secas aponta fim da seca em parte de Sergipe em abril



Em quase todo o estado foram verificadas chuvas acima da média, exceto no Sertão, Leste e Agreste Central.




Pela primeira vez desde setembro de 2019, foram identificadas áreas sem seca em Sergipe, de acordo com a última atualização do Monitor de Secas. Em quase todo o estado foram verificadas chuvas acima da média em abril, exceto no Sertão, Leste e Agreste Central, que tiveram precipitações abaixo da média. As informações foram passadas nessa sexta-feira (22) pela Agência Nacional de Águas.

Segundo o estudo, Sergipe teve uma redução da área com seca moderada na região Noroeste e da seca fraca na região Sul, o que resultou em porções do território sergipano sem seca. Por causa das chuvas abaixo da média, persiste uma faixa de seca moderada em parte do Agreste e Leste Sergipano. A situação se estende do Baixo São Francisco, na região de Neópolis, até a porção oeste do estado. Os impactos observados continuam de curto prazo no litoral norte e de longo prazo nas demais áreas.

De modo geral, a seca no norte do Nordeste apresenta impacto de longo prazo, associado principalmente ao déficit hídrico de chuvas abaixo da média na região entre 2012 a 2018. No entanto, de acordo com o Monitor das Secas, as precipitações observadas nos quatro primeiros meses do ano trouxeram melhora nos impactos de curto prazo e a consequente recuperação das pastagens, acumulação de água nos pequenos e médios reservatórios, além da recuperação de alguns perímetros irrigados. As precipitações variaram de normal a ligeiramente acima da média de forma geral.

Chuvas em maio

Neste mês de maio, foram registradas chuvas acima do previsto em Sergipe. As precipitações causaram enchentes em Laranjeiras e famílias precisaram ser assistidas em escolas e creches. Já em Aracaju, os desabrigados foram levados para hotéis, após cheia no Rio Poxim, que atingiu, principalmente, o Largo da Aparecida no Bairro Jabotiana.

Em rodovias, foram registradas erosão em uma rodovia na altura do município de Cristinápolis e rompimento de tubulação entre Itabaiana e Itaporanga D'Ajuda.



Foto: ANA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->