Bairros com mais casos de Covid-19 em Feira de Santana recebem medidas restritivas a partir desta sexta-feira - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

6 de junho de 2020

Bairros com mais casos de Covid-19 em Feira de Santana recebem medidas restritivas a partir desta sexta-feira



Tomba, Sim e Mangabeira tiveram o comércio fechado, exceto estabelecimentos de alimentos e farmácias. Também foram instaladas barreiras contra a circulação de pedestres e veículos.




Três bairros de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, passaram a receber medidas restritivas a partir desta sexta-feira (5). De acordo com a prefeitura da cidade, os bairros Tomba, Sim e Mangabeira vão ter o comércio fechado, exceto estabelecimentos de alimentos e farmácias, e haverá barreiras contra a circulação de pedestres e veículos.

As medidas fazem parte da Operação Viva a Vida, promovida pela prefeitura, e visam combater a disseminação do coronavírus em Feira de Santana. A prefeitura da cidade informou que as regiões foram escolhidas por apresentarem os maiores índices de contaminação pelo coronavírus.

Na última relação das regiões com casos confirmados de Covid-19 divulgada pela prefeitura de Feira de Santana, Sim aparecia como o bairro da cidade com maior concentração de contaminados. Tomba estava em terceiro e Mangueira, em sétimo.

Moradores vão poder transitar nestes bairros, desde que apresentem documento de comprovação. A ação segue durante este sábado (6) e domingo (7).

Hospital de campanha

O hospital de campanha de Feira de Santana começou a funcionar na noite de quinta-feira (4). A unidade de saúde municipal está focada no atendimento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Estão disponíveis cinco leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 26 leitos clínicos. Nos próximos dias, serão ativados, gradativamente, mais cinco leitos de UTI e 24 leitos clínicos. O hospital de campanha de Feira de Santana dispõe de 50 leitos clínicos e 10 de UTI.



Foto :::: Reprodução / Ilustrativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->