Clientes fazem filas em lojas do Centro no primeiro dia da Fase da abertura econômica em Fortaleza - Observador Independente

Acontecendo

QRCode

8 de junho de 2020

Clientes fazem filas em lojas do Centro no primeiro dia da Fase da abertura econômica em Fortaleza



Estabelecimentos funcionaram com metade do efetivo. Os locais seguiram as exigências estabelecidas pelo governo estadual como ter álcool em gel nas lojas e distanciamento social.



Mais uma parte do comércio do Centro de Fortaleza reabriu nesta segunda-feira (8) na fase 1 do plano de retomada das atividades econômicas. No início da manhã, o fluxo maior de clientes e comerciantes já foi observado, com filas formadas antes mesmo das lohas abrirem. 

O proprietário de uma loja de calçados, Francisco de Assis Cabral, falou da expectativa do retorno aos trabalhos. “Nunca passei tanto tempo sem trabalhar. Esse foi um aprendizado. Vamos começar tudo de novo agora. Esquecemos tudo e a gente tem que encarar isso com muita seriedade. Teve um grande impacto. Ficamos parados e foi difícil manter os compromissos em dia”, afirmou.

O comerciante afirmou que a sua loja começa o trabalho apenas com a metade do quadro de funcionários. Toda uma infraestrutura foi montada para seguir com as recomendações dos especialistas da saúde. 

“Os vendedores vão começar os trabalhos todos com máscara. Teremos o álcool em gel e trabalharemos com 50% do quadro da loja”, disse. 

O cliente e aposentado Aldizio Sales veio até o Centro para adquirir um sapato. “Já que estou aqui vim para cá para tentar comprar um calçado. Aproveitei para resolver um negócio na Caixa Econômica e passei aqui na loja. Nesta retomada temos que se cuidar, pois senão vai ficar ainda pior. Temos que ter todo cuidado e controle”, disse. 

Já a zeladora Aurineide Araújo foi resolver um problema no cartório. Ela espera ser atendida, já que os serviços estavam suspensos. “Estava fechado e na última vez houve muita gente e aglomeração. Hoje está tendo controle. Uma pessoa controlando todos. Estão realizando o atendimento assim na porta e as pessoas tem que se conscientizar. Temos que voltar a viver. E trabalhar, mas tudo depende da gente. Ficar com a máscara e manter a distância”.

Efetivo pela metade

O funcionário de um cartório, Germano Oliveira, disse que o estabelecimento também funciona com a metade do efetivo. O controle do fluxo de clientes e de funcionários é realizado com atenção e rigor. 

“Nós estamos funcionando de 8h até as 10h30 nas segundas, quartas e sextas-feiras. Até o dia 14 de junho. Todo cuidado tanto com o nosso pessoal como os clientes. Só entra de seis em seis. Só entra com máscara e colocamos álcool em gel. De 30 pessoas estamos com 15 funcionários”, afirmou. 

Para o vice presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio), Cid Alves, a expectativa para a retomada aos trabalhos é a melhor possível. Ele reforçou que o comércio vai cumprir o decreto com seriedade. 

“Expectativa é positivíssima. Estamos em um momento de alegria pois ficamos 82 dias pagando contas, pagando os trabalhadores, pagando os impostos sem faturar. Felizmente retomamos é um momento de alegria vamos cumprir o decreto e temos a certeza que assim como aconteceu no primeiro momento que foi um momento experimental essa fase 1 será também deverá ser de boas vendas e todos vamos voltar as atividades normalmente seguindo os padrões do decreto”.



Foto: José Leomar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->