Com comércio restrito no bairro São Cristóvão, em Salvador, ambulantes são beneficiados com mais de 700 cestas básicas - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

28 de junho de 2020

Com comércio restrito no bairro São Cristóvão, em Salvador, ambulantes são beneficiados com mais de 700 cestas básicas




Ambulantes e feirantes do bairro de São Cristóvão, em Salvador, receberam, ao todo, neste sábado (27/6), 727 cestas básicas. A distribuição feita pela Prefeitura, através da Secretaria de Ordem Pública (Semop), beneficiou os trabalhadores informais do local que cumpre medidas regionalizadas de isolamento desde a última quinta-feira (25/6). 

Tem direito ao benefício mesmo quem não é cadastrado como ambulante ou feirante junto à Semop ou que já tenha recebido outros tipos de auxílio por conta da pandemia. Só é necessária a comprovação de que tem ponto na localidade. Essa medida se repete em todos os bairros da cidade com medidas regionalizadas mais rígidas, para compensar o fechamento, pelo prazo inicial de sete dias, de todo o comércio informal. 

A entrega das cestas básicas em São Cristóvão, que contou com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), ocorreu na Escola Municipal Barbosa Romeu, No total, incluindo São Cristóvão, a Semop já entregou quase seis mil cestas básicas para vendedores ambulantes e feirantes nos quase 30 bairros que já passaram por medidas regionalizadas de restrição contra a Covid-19, com o objetivo de deter a proliferação da doença e reforçar o necessário isolamento social. 

Enquanto os caminhões descarregavam as cestas, agentes da GCM organizavam a fila respeitando o distanciamento entre as pessoas de 1,5 a dois metros. Uma das primeiras a receber a cesta básica foi a ambulante Cristiane Reis dos Santos, 34 anos, que, por conta do isolamento mais rígido, está temporariamente impossibilitada de vender seus cosméticos pelas ruas e sinaleiras do bairro, que tem um comércio informal forte.

As cestas básicas possuem produtos alimentícios de primeira necessidade. Para o secretário da Semop, Marcus Passos, a iniciativa mostra a sensibilidade da Prefeitura com os ambulantes, neste momento tão crítico de pandemia, principalmente com aqueles trabalhadores informais que atuam nas áreas onde têm sido adotadas as medidas de isolamento mais rígidas.




Crédito da Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->