Confira calendário completo de pagamento do "Coronavouvher"; mais parcelas não estão descartadas - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

26 de junho de 2020

Confira calendário completo de pagamento do "Coronavouvher"; mais parcelas não estão descartadas



O calendário de pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial foi revelado pelo Governo Federal na noite da quinta-feira (25/6). A informação foi divulgada na edição extra do Diário Oficial da União.

Conforme o documento, a partir deste sábado (27/6) os R$ 600 serão depositados em contas da poupança social digital para pagamento de contas, boletos e compras por meio do cartão de débito digital dos cidadãos nascidos em janeiro e fevereiro. Interessados em sacar a quantia ou fazer transferências precisarão aguardar até o dia 18 de julho para realizar transações.

VEJA O CALENDÁRIO:

(27/6) – Pagamento para nascidos em janeiro e fevereiro (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)
(30/6) – Pagamento para nascidos em março e abril (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)
(1/7) – Pagamento para nascidos em maio e junho (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)
(2/7) –Pagamento para nascidos em julho e agosto (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)
(3/7) – Pagamento para nascidos em setembro e outubro (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)
(4/7) – Pagamento para nascidos em novembro e dezembro (1º lote da terceira parcela, 2º lote da segunda parcela e o 4º lote da primeira parcela)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou a possibilidade de pagar mais 3 parcelas para o auxílio emergencial, durante transmissão de live realizada na noite de quinta-feira mas que ainda não há nada confirmado. Também no mesmo dia, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, chegou a postar a informação em uma rede social, mas apagou. 

Os valores seriam de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, somando assim R$ 1.200.


Crédito da Foto: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->