🤡 DATA DAS ELEIÇÕES PRORROGADAS 🤡 Você ganhou mais tempo para analisar cada perfil de candidato e deixar de ser otário útil - Observador Independente

Acontecendo

QRCode

24 de junho de 2020

🤡 DATA DAS ELEIÇÕES PRORROGADAS 🤡 Você ganhou mais tempo para analisar cada perfil de candidato e deixar de ser otário útil



Não há novidade no fato do adiamento das eleições 2020, considerando que já houve em outros momentos mudanças neste sentido, inclusive com a prorrogação de mandatos.  Pare de ser otário útil para políticos. Só eleja gente que prove ter serviços prestados na sua comunidade. Se não tem, sai fora, é aventureiro e 171. 

🤡🤡🤡

Deste imbróglio criado supostamente pela “pandemia”, o que se pode tirar são lições para um futuro próximo, dividido em partes. 

Primeiro, graças a Deus não houve prorrogação de mandatos.

Segundo, uma análise simples do cenário político na Bahia nos traz a certeza que as eleições de 2016 foram um desastre. Quer dizer, o eleitor foi às urnas e elegeu prefeitos e vereadores com o desejo expresso de mudanças. Após quase quatro anos de mandato, não houve nenhum tipo de mudança e os prefeitos eleitos não conseguiram dizer a que vieram. Ficaram - e continuam - estando na mesma zona de conforto dos antecessores.

Alguns deles nada fizeram por suas cidades com a certeza que os famosos “tapinhas” nas costas, cargos na prefeitura e em alguns casos cestas básicas, fará o eleitor os reeleger, para aqueles que ainda podem concorrer.

De certo o que temos é exatamente isso, eleitores que pensam primeiro na barriga, e não estão nem aí pela cidade. Daí a certeza que estes prefeitos e vereadores podem se reeleger, mesmo nada tendo feito pelo seu município e seus habitantes, é baseada nisso, na memória curta e na barriga do eleitor.  

Bom, mas e agora? Os pré-candidatos ganharam mais uma sobrevida com a adição de 45 dias extras para correr atrás do voto. Qual o significado e o que você pode fazer, além da resposta que precisa dar? 

Simples! 

Um único gesto que você pode adotar e o mais simples possível é pedir ao seu candidato a vereador ou a prefeito uma lista de no mínimo, cinco coisas importantes que ele já fez por você ou pela sua cidade.

Procure saber o que esta pessoa, não como político, mas como cidadão, ser humano, já fez pela cidade onde mora. O que o ele já fez pelo bairro que mora? Se ele tiver a resposta, vale a pena arriscar a depender de outros critérios, como quem é a pessoa, o que já fez na vida, como se comporta na comunidade onde vive, o que vem fazendo pelas pessoas e assim por diante.

É obvio que se alguém se apresenta como candidato e tem uma extensa ficha policial não vai fazer nada por você ou pela sua cidade a não ser usar o poder para continuar aplicando golpes. 

No caso de candidatos a prefeito é mais simples ainda.

Basta perguntar onde ele estava – se já for prefeito e esteja concorrendo a um segundo mandato – e e porque deixou a cidade abandonada por quatro anos. Se o candidato for candidato a prefeito pela primeira vez, pergunte educadamente onde ele estava e porque deixou tudo quieto frente aos desmandos e roubalheiras do prefeito que está no poder.

Dessa conversa, tire suas conclusões!

O candidato alegar que nada pode fazer, mas que se eleito, fará tudo que não fez, é balela, é conversa para chamar o eleitor de otário, na cara. 

Por último, a sua única possibilidade de decidir o futuro da sua cidade é na eleição. Se perder essa oportunidade serão quatro anos de arrependimento. 

É isso! Pense dez vezes antes de votar. 

Na dúvida, pague a multa de R$ 3,00 e não vá lá votar. O maior exemplo é o presidente Bolsonaro, em nível nacional e o seu prefeito e vereadores ai na sua cidade. 

Imagens :::: Reprodução Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->