Decretos que suspendem escolas, bares, academias e outras atividades em Salvador são prorrogados por sete dias - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

30 de junho de 2020

Decretos que suspendem escolas, bares, academias e outras atividades em Salvador são prorrogados por sete dias



Durante este período, o governo do estado e a prefeitura da cidade estarão alinhando o plano de retomada das atividades.



Os decretos que suspendem uma série de atividades em Salvador foram prorrogados por mais sete dias em caráter excepcional. Durante este período, o governo do estado e a prefeitura da cidade estarão alinhando o plano de retomada das atividades.

O anúncio foi realizado nesta terça-feira (30) pelo prefeito ACM Neto. Ele afirmou que mesmo que a prefeitura fosse realizar a flexibilização sem o governo do estado, elas ocorreriam entre o dia 7 e 10 de julho. Quando os protocolos estiverem prontos, serão anunciados em conjunto entre o governo e a prefeitura.

“Nós vamos até o dia 7 de julho. Ao invés de termos a prorrogação por 15 dias, em caráter excepcional. Este é o prazo máximo que entendo necessário para que a gente possa alinhar essas posições entre prefeitura e governo do estado, que eu imagino que sairá ainda esta semana, o que permitiria uma coletiva conjunta minha e do governador do estado para apresentar estes protocolos de maneira casada”, afirmou o prefeito.

Com a decisão da prefeitura, seguem suspensas as atividades em academias, cinemas, teatros, casas de espetáculos e parques infantis privados, além de atividades em escolas públicas e privadas.

Segue valendo também a limitação de até 50 pessoas em eventos, desde que resguardada a distância mínima de 1,5m entre as pessoas. Continua suspensas as atividades dos shoppings centers e centros comerciais, com excessão dos modelos drive-thru e delivery.

O decreto determina ainda a interdição das praias, do comércio de rua (com excessão das previamente liberadas). Empresas de call center devem manter a redução em 30% de funcionários.

Seguem suspensas as atividades de salões de beleza, bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência situadas em postos de combustíveis, com excessão dos serviços de ritirada e delivery.

Continuam suspensas a exigência de pagamento dos estacionamentos da Zona azul e seguem valendo a determinação para mercados e supermercados manterem duas horas, das 7h às 9h, para idosos, pessoas com diagnóstico de câncer e em uso de medicamentos imunossupressores.



Foto: Jefferson Peixoto/ Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->