Educação Estadual em SE disponibiliza plantão de tira dúvidas e caderno de orientações para gestores e professores - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

7 de junho de 2020

Educação Estadual em SE disponibiliza plantão de tira dúvidas e caderno de orientações para gestores e professores




A partir da publicação da Portaria nº 2235, divulgada no último dia 27 de maio, a qual regulamenta, em caráter excepcional, a oferta de atividades escolares não presenciais a serem desenvolvidas nas escolas da Rede Pública Estadual de Ensino, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Educação (DED), disponibiliza um novo canal de comunicação com o plantão de tira dúvidas.

Dois números de telefones, um fixo e um móvel, estão disponíveis para que gestores e professores possam tirar as dúvidas que forem surgindo durante o planejamento semanal das unidades de ensino que se organizam para a retomada das aulas não presenciais. Das 8h às 12h, técnicos do gabinete do DED farão o atendimento por meio dos números 3194-3376 ou 79 99191-3312.

Na última semana, gestores e professores começaram a estudar e analisar a portaria que orienta a retomada de aulas não presenciais a fim de diagnosticar, no âmbito da comunidade escolar, as necessidades de cada uma das unidades escolares. Desse modo, a análise passa por compreender a abrangência, caracterização, mobilização dos professores que irão aderir à realização das atividades e à operacionalização que possam conduzir um retorno sob a perspectiva do que precisa ser feito para alcançar todos os estudantes.

Passado o momento de compreensão e análise da portaria, explica a diretora do DED, Ana Lúcia Lima, o planejamento escolar vai apontar quais recursos serão utilizados para envolver o maior número possível de alunos. “A gente não está condicionando somente a realização das atividades não presenciais ao uso de tecnologia digital porque aquele aluno que não tiver condição de ter acesso terá de receber outra opção, como o livro didático e o material produzido pela própria escola”, disse.

Com o propósito de receber a devolutiva de como as atividades estão sendo conduzidas, as dificuldades e o engajamento dos professores e alunos, o planejamento escolar anual passa a ser feito semanalmente na modalidade não presencial. Assim, as escolas deverão analisar o planejamento escolar anual para identificar quais os objetos de conhecimento e as habilidades que precisam ser priorizadas durante o tempo que durar o distanciamento social.

“É quando começa a estudar a portaria e a realizar o planejamento que as escolas surgem com dúvidas em relação à operacionalização do trabalho. E é nesse momento que o Departamento de Educação se coloca à disposição com o plantão de tira dúvidas”, enfatiza Ana Lúcia. Para dar um suporte perene em relação ao planejamento semanal e à operacionalização do trabalho, o Departamento de Educação, em parceria com o Departamento de Inspeção Escolar (DIES), o Núcleo Gestor de Educação em Tempo Integral (NGETI) e a Superintendência de Ensino, confeccionou o Caderno de Tira Dúvidas com orientações gerais e específicas que pode ser acessado por qualquer pessoa no site oficial da Educação.




Texto e imagem :::: Ascom SE / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->