Polícia apreendeu R$ 72 mil com sequestradores no bairro Nordeste de Amaralina em Salvador; dois morreram - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

9 de junho de 2020

Polícia apreendeu R$ 72 mil com sequestradores no bairro Nordeste de Amaralina em Salvador; dois morreram





A polícia apreendeu R$ 72 mil em espécie, três pistolas calibre 40, um revólver calibre 38, carregadores, munições, 59 pinos de cocaína, 102 porções de maconha e cadernos com anotações de atividades ilícitas, com a quadrilha que sequestrou três pessoas, nesta segunda-feira (8/6), no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador. 

Segundo a SSP-BA, cinco criminosos envolvidos com tráfico de drogas, homicídios, roubos e outros delitos foram flagrados na localidade do Areal por policiais da Rondesp Atlântico. Os militares faziam ronda na região, quando se depararam com aproximadamente 20 traficantes. Os criminosos atiraram nos PMs e iniciaram fuga. 

Ainda de acordo com a SSP-BA, quatro integrantes da facção foram atingidos, durante confronto, sendo que dois caíram e foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE). A dupla, porém, não resistiu aos ferimentos.

Outros três invadiram uma residência, na mesma área, e fizeram uma mulher, de 34 anos, e duas crianças (2 e 7 anos) reféns. 

Negociação

Com os traficantes dentro de um imóvel ameaçando reféns, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado. Após 45 minutos, com apoios da Rondesp Atlântico e da 40a CIPM, os PMs convenceram o trio a se render. Mulher e crianças não ficaram feridas.

A SSP-BA informou, ainda, que durante o cerco e negociação para liberações dos reféns, um grupo composto de mulheres e adolescentes se aproximou das viaturas. Denúncias enviadas para Secretaria da Segurança Pública mostram a articulação de criminosos solicitando que pessoas ligadas à quadrilha fossem dar 'apoio' ao trio que invadiu a residência. 

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) investigará o quinteto flagrado e também a origem dos 72 mil reais.



Crédito da Foto: divulgação / SSP-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->