Praia do Forte e sede de Mata de São João vão ter acesso restrito por oito dias a partir deste sábado, 20 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

19 de junho de 2020

Praia do Forte e sede de Mata de São João vão ter acesso restrito por oito dias a partir deste sábado, 20



Segundo prefeitura municipal, medida se deve ao aumento de casos de contágio pela Covid-19 nas últimas semanas no município e região vizinha.



A sede da cidade Mata de São João e a localidade de Praia do Forte vão ter acesso restrito a partir deste sábado (20), até dia 28 deste mês. Segundo a prefeitura do município, que fica na região metropolitana de Salvador, a medida se deve ao aumento de casos de contágio pela Covid-19 nas últimas semanas no município e região vizinha, a exemplo da capital baiana, Camaçari, Dias D’Ávila e Lauro de Freitas.

Durante este período de restrição, equipes de policiais municipais e militares e técnicos de enfermagem farão barreiras sanitárias no Pórtico da Praia do Forte, no Entroncamento da Rodagem do Torre e próximo à ponte de Dias D’Ávila, para controlar os acessos dos automóveis. Segundo a prefeitura, a entrada do Caboré e o entroncamento de acesso ao Amado Bahia serão interditados.

Nestas barreiras, só será permitida a passagem de veículos com moradores, trabalhadores e prestadores de serviços, que deverão comprovar residência ou atividades na região. Nestes locais, também vai ser feita a aferição de temperatura das pessoas.

A prefeitura informou que os moradores permanentes e de segunda residência de Praia do Forte terão acesso à localidade com apresentação de adesivos de veículos de acesso, que foram distribuídos no final de 2019 e começo de 2020, ou com recibos de água, luz, IPTU, telefone ou correspondências bancárias. Estes últimos documentos são necessários também para acesso à sede da cidade.

No caso das pessoas que estão prestando serviço nessas regiões, elas devem apresentar identificação funcional e, em relação aos trabalhadores, carteiras funcionais, de trabalho ou crachás.

Os transportes de mercadorias essenciais serão inspecionados. Não será permitida também a entrada de veículos cuja atividade econômica seja o transporte de passageiros, a exemplo de táxis, vans, ônibus de turismo, informou o órgão municipal.

A prefeitura de Mata de São João informou que entende que, neste período junino, embora não haja eventos e feriados, há um aumento do número de visitantes na região, o que significa “ameaça real à saúde da população”.

Dados divulgados pela prefeitura de Mata de São João apontam que, há menos de 15 dias, o município tinha sete pacientes diagnosticados com Covid-19 ativos. Porém, segundo boletim epidemiológico da última quinta-feira (18), o município registra 49 pacientes ativos e 51 recuperados.



Foto: Prefeitura de Mata de São João / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->