Três corpos são achados em cemitério de facção no bairro Cajazeiras 11 em Salvador; grupo matou cantor em 2017 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

30 de junho de 2020

Três corpos são achados em cemitério de facção no bairro Cajazeiras 11 em Salvador; grupo matou cantor em 2017




Um cemitério clandestino com três corpos foi encontrado na manhã desta terça-feira (30/6) no bairro de Cajazeiras 11, em Salvador. A informação foi confirmada ao Aratu On por agentes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp Central). 

A polícia só descobriu o cemitério após a execução de um rapaz conhecido como "Chiquinho", que teria sido morto por traficantes que atuam na região há poucos dias. O local onde ele estava enterrado foi informado à polícia por meio de denúncias anônimas.

Ainda de acordo com a PM, os criminosos tentaram desenterrar o rapaz e enterrá-lo em outro local, sem sucesso. Com a movimentação após as denúncias, a polícia começou a investigar a área, achando os outros dois corpos.

Vídeos gravados por moradores mostram que todos já estavam em avançado estado de decomposição. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Salvador, que irá apurar a causa da morte e a identidade das vítimas. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar a motivação dos crimes e se as vítimas tinham ou não relação com a facção criminosa que atua na localidade conhecida como Independência. O grupo, inclusive, é o mesmo que, em 2017, matou e também enterrou na área o cantor e compositor Felipe Yves Gomes, de 21 anos. Na época, a Polícia Civil apontou Ueslei Silva Sarinho como mandante da ação.



Crédito da Foto: leitor/Aratu On

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->