Comércio de Itabuna reabre após decreto do prefeito; ônibus seguem sem rodar - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

9 de julho de 2020

Comércio de Itabuna reabre após decreto do prefeito; ônibus seguem sem rodar



Gestor diz que empresários terão que se responsabilizar por deslocamento de funcionários.



Lojas, armarinhos, shopping popular, floricultura, entre outros estabelecimentos voltaram a abrir suas portas nesta quinta-feira (9), em Itabuna, sul da Bahia. [Veja ao final a lista de estabelecimentos que podem funcionar]

A reabertura do comércio, que faz parte da segunda fase do plano de flexibilização da economia, na cidade, ocorreu a partir das 9h. Nas primeiras horas do funcionamento, o movimento foi tranquilo e sem aglomerações.

Após dizer que reabriria o comércio "morra quem morrer", e causar polêmica, o prefeito de Itabuna, no sul da Bahia, anunciou, na quarta-feira (8), que iria cumprir o que foi dito e liberar o funcionamentos dos estabelecimentos comerciais. O decreto também foi publicado na quarta-feira.

A administração municipal informou, também, que, nos sábados e domingos, todas as lojas devem ficar fechadas, e estão liberadas igrejas, templos religiosos, e feiras livres, conforme regras estabelecidas pela Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente.

Apesar do retorno das atividades comerciais, o transporte coletivo segue suspenso na cidade. Os ônibus não circulam há quase quatro meses.

"Eu não coloquei os ônibus de imediato para funcionar, porque vai todo mundo correr para a cidade. A gente não quer isso agora. A gente quer que as pessoas venham à cidade [Centro], quem tem necessidade. Daqui a 10 dias, vamos avaliar isso [do transporte]", explicou Fernando Gomes.

O prefeito de Itabuna informou ainda que cabe a cada empresário pensar no deslocamento do funcionário.

"Ele pode buscar o funcionário em casa e levar em casa. Já estamos fazendo esse sacrifício [abrir o comércio], e eles também têm que participar", disse.

De acordo com a prefeitura, o comércio está liberado de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h. A cidade segue com o toque de recolher, que proíbe a circulação de pessoas nas ruas da cidade, das 18h às 5h.

O prefeito informou que a reabertura do comércio foi possível após a ampliação do número de leitos clínicos e intensivos no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. Na terça-feira (7), o município recebeu 15 respiradores do Ministério da Saúde, que serão destinados aos pacientes com a Covid-19.

"São mais 10 leitos de UTI no Hospital de Base e 24 leitos clínicos. Estamos com 62 leitos clínicos e mais de 20 de UTI", disse Fernando Gomes.

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab), na noite de quarta-feira, Itabuna tinha registrado mais de 3,2 mil casos confirmados de Covid-19 e as mortes passavam de 90.



Foto: Patrícia Laís/TV Santa Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->