#ExposedFortal: MPCE recebe denúncias e afirma que levará dois casos à Justiça do Ceará - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

8 de julho de 2020

#ExposedFortal: MPCE recebe denúncias e afirma que levará dois casos à Justiça do Ceará



Promotoria do Órgão orienta que demais vítimas formalizem as denúncias para que possam virar ações na Justiça.



O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) informou na manhã desta quarta-feira (8) que levará duas denúncias de casos do #ExposedFortal à Justiça. O Órgão afirmou que trabalha com a possibilidade de crimes sexuais, que podem ir de estupro à importunação sexual. A hashtag ganhou ampla repercussão no Twitter e culminou em um mandado de busca e apreensão, contra os suspeitos, cumprido na manhã da última segunda-feira (6).

O órgão orienta que as demais vítimas formalizem denúncias para que também possam virar ações judiciais contra os acusados. “O medo em relação às ameaças e a vergonha delas impedem que os demais procedimentos instaurados sejam levados à frente. Aguardamos que elas criem coragem”, diz o promotor do MPCE, Humberto Ibiapina.

Sobre os dois casos que serão encaminhados ao Poder Judiciário, Humberto Ibiapina informou esperar que a Justiça receba as denúncias. “Esperamos que, após o envio dos casos, os envolvidos prestem depoimento e que as testemunhas sejam ouvidas para, assim, haver a condenação.”

O MPCE reforçou que as instituições de ensino, públicas e particulares, nas quais se encontram alvos de denúncias, poderão ser responsabilizadas por meio das promotorias da Infância e Juventude. 

“Um dos focos é a responsabilização da escola, do coordenador ou professor que, às vezes, tomou o conhecimento do fato e não comunicou. Já identificamos casos de meninos que também teriam sofrido assédio”, afirmou o promotor Luciano Tonet.

Luciano salienta ainda a importância de as denúncias serem levadas aos órgãos competentes, como o próprio MPCE e a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). "Então, elas devem ir ao Ministério Público e à delegacia para podermos tomar providências”.

Computadores e celulares apreendidos

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, informou na última segunda que a Polícia Civil deflagrou uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços na capital cearense. A ideia era obter elementos de provas que auxiliem na condução do inquérito policial em andamento.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos aparelhos celulares, computadores e HDs. "O material foi recolhido dos imóveis dos alvos da operação e encaminhado para Pefoce para extração de informações e análise do conteúdo dos dispositivos", afirmou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

A operação é conduzida pelas delegacias de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) e da Criança e do Adolescente (DCA), com apoio do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP). A SSPDS afirmou não poder repassar detalhes "para não comprometer o trabalho policial".

Casos em Fortaleza e no Interior do Ceará

Os casos de supostos crimes sexuais vieram à tona com a #ExposedFortal, no dia 23 de junho, pelo Twitter. Diversas denúncias, envolvendo professores e alunos de escolas públicas e particulares, vieram a público. 

Em Fortaleza, um grupo de WhatsApp, composto por homens, jovens e adultos, serviria para o compartilhamento de fotos íntimas sem consentimento de garotas e mulheres. A Polícia Civil investiga o caso. 

Já em Sobral, no interior do Ceará, no dia seguinte à popularização da hashtag #ExposedFortal, jovens também fizeram denúncias de crimes sexuais no Twitter, com a hashtag #ExposedSobral.

O secretário André Costa utilizou o Twitter para afirmar que a Polícia Civil irá apurar as denúncias de crimes sexuais ocorridos em Sobral e reforçar a importância das vítimas registrarem o Boletim de Ocorrência (B.O.). "São crimes inaceitáveis e que marcam para sempre a vida dessas garotas", destacou.


Foto ::: Divulgação/DiáriodoNordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Vagas emprego para todo o Brasil

-->